Cultura

A Autarquia Educacional de Uberlândia

O criador da Autarquia Educacional de Uberlândia foi Homero Santos,
quando deputado estadual. Seu objetivo era criar escolas superiores,
sendo as primeiras as de Odontologia, Medicina e Veterinária. O
primeiro diretor foi o dr. Gerson Mendes de Lima Jr., que não se
entendeu bem com certa área de liderança entre os odontólogos. Com sua
saída, o governador Israel Pinheiro nomeou o dr. Wilson Ribeiro da
Silva. Era 1969. A Medicina afastou-se da Autarquia e deslanchou
sozinha.

Em 1970, a Medicina permitiu que o curso básico da Odontologia
funcionasse em suas instalações. Foi feito o primeiro vestibular. A
seguir, Ribeiro instalou a Veterinária, novamente com apoio da
Medicina.

Enquanto se cuidava dessa Escola, jovens uberlandenses, liderados por
Araimitam Paes Leme, procuraram o diretor Ribeiro da Silva pedindo-lhe
que a Autarquia criasse uma nova, de Educação Física. Wilson
procurou Homero Santos, agora deputado federal, e o governador Rondon
Pacheco e recebeu a autorização para a criação da nova escola, a qual se
instalou na Praça de Esportes de Napoleão Carneiro, que a vendeu por
160.000 cruzeiros. Em 1971, fez-se vestibular unificado para as três
Escolas. Em seguida, conseguiu-se a autorização de funcionamento,
concedida pelo Conselho Estadual de Educação.

Com a criação da Universidade, o Estado, então governado por Rondon
Pacheco, repassou a Autarquia para a União, o que significou uma
redução de despesas para Minas Gerais e o fortalecimento das Escolas.
Desapareceu a Autarquia, mas as fileiras da Universidade engrossaram.

Texto: Antônio Pereira da Silva

Notícias relacionadas