Editorial

Cortando na própria carne

Cortando na própria carne, foi isso que aconteceu. Milhares de pecuaristas e centenas de frigoríficos e, de forma indireta, cadeias produtivas como milho, soja, couro, calçados, artefatos, varejo e muitas outras que gravitam em torno da centenária e respeitada pecuária nacional foram atingidos.
O setor da carne foi quase “abatido” pela Operação Carne Fraca, deflagrada pela Policia Federal (PF) – necessária, mas divulgada pelas mídias tradicionais e pela rede sem se considerar o conjunto da obra, e gerenciada por um governo inábil. Colocou não apenas os culpados, que merecem ser punidos, mas também o País no banco dos réus. Arranhando, comprometendo um trabalho que foi construído com muito sacrifício nos cenários nacional e internacional.
Nos últimos anos o setor da carne assumiu o terceiro lugar na exportação, sendo o primeiro o de grãos, sementes e oleaginosas e, o segundo, o de minérios. Quem entende um pouco de exportação sabe avaliar o quanto é difícil e oneroso se inserir nos mercados internacionais. Tem de ter produto de qualidade, estratégia fora do normal, ações econômicas e políticas articuladas, porque não é uma ação comercial, é um verdadeiro jogo no qual não há espaço para amadores.
Neste tabuleiro de xadrez, participam presidentes de países, embaixadores, empresários, porque os contratos são garantidos, é muito difícil participar no seleto mercado internacional. E o setor de carne conseguiu nos colocar em mais de 150 países. O que gastou anos para conquistar, podemos perder em uma desastrosa semana. É lamentável, senhor Temer.
Mas O JORNAL de Uberlândia apresenta também acontecimentos para comemorar: a matéria e a entrevista desta semana trazem os juízes federais Dr. Flávio da Silva Andrade e Dr. Felipe Bouzada Flores Viana. A Quarta Vara Federal Subseção Uberlândia foi a única em Minas Gerais, dentre as varas federais, a ficar na categoria Diamante do programa “Selo Estratégia em Ação” e em primeiro lugar no Tribunal Federal Regional, premiação por meio da qual os juízes e sua equipe colocam em destaque o estado de Minas e, em particular, Uberlândia. É de exemplos como estes que o País necessita, inteligência e trabalho gerando produtividade. Faz parte da missão d’O JORNAL contribuir com o fortalecimento das instituições e destacar as boas lideranças.

Texto: Hélio Mendes

Notícias relacionadas