Destaque Esportes Futebol

MAIS UM GOLE DA CBF



Enquanto o povo vibrava com a bela aula de futebol da seleção brasileira contra o Uruguai em Montevidéu, a CBF, na surdina da noite, reunia-se com as federações para mudar as regras das eleições na entidade. As equipes das séries A e B poderão votar, simulando um avanço; entretanto, o voto das federações valerá bem mais. Se todos os clubes das séries A e B escolherem unanimemente um candidato, não conseguirão elegê-lo sem o apoio das poderosas entidades estaduais. A agremiação que ousar desafiar esse poderoso ser do esporte-rei terá a cabeça decepada, conforme ocorreu com muitos por aí. Se um time tiver a ousadia de lançar um candidato, deverá ter o apoio de quase uma dezena de federações e diversos parceiros. O povo está feliz. Para ele basta o escrete canarinho continuar dando-lhe alegrias nos tapetes verdes pelo mundo. Como diria meu velho: “Esses inocentes não sabem de nada! São criancinhas felizes quando ganham apenas um pirulito ou uma balinha!”.

Texto: Lucimar César
Foto: Renato S. Cerqueira/Futura Press/Folhapress

Notícias relacionadas