Destaque Foco Painel Política

Painel da Política

Doria como exemplo – com a crise na economia, Odelmo Leão tem seguido os passos do prefeito de São Paulo, João Doria, e buscado no setor privado apoio para iniciativas municipais. A primeira ação de destaque foi a doação pela Aciub (Associação Comercial e Industrial de Uberlândia), na quarta-feira (29), de 80 celulares para a Secretaria da Saúde. O intuito é agilizar o controle e a confirmação da marcação de consultas nas unidades de saúde da cidade. Na ocasião, a Unedi (União de Empresas do Distrito Industrial) também fez a doação de EPIs (equipamentos de proteção individual) para os agentes de controles de zoonoses.

Reforma das UAIs – O prefeito de Uberlândia criticou a imprensa por mostrar as condições degradadas da UAI (Unidade de Atendimento Integrado) Martins e disse que vai realizar uma campanha para reformar as UAIs com tinta e outros materiais também doados pela iniciativa privada.

Desabafo – Odelmo aproveitou a coletiva de imprensa do anúncio da doação dos celulares para fazer um desabafo sobre as condições em que pegou a prefeitura. Disse também que tem sofrido porque o povo cobra do prefeito e agradeceu a compreensão dos servidores da saúde que estão sem o salário de dezembro e só receberam o primeiro mês trabalhado no final de janeiro.

Perdendo o sono – Durante o evento, Odelmo afirmou que está procurando um caminho para pagar os salários de dezembro dos servidores. “Isso não está me deixando dormir, estou preocupado, angustiado.” Ele disse também que tem se dedicado a outras áreas como o hospital municipal, as escolas em que faltam professor e merenda escolar, porque não tinha contrato.

Palavra final – Ainda na coletiva de imprensa na quarta-feira (29), Odelmo Leão disse que há muitos anúncios sobre o pagamento dos salários de dezembro dos servidores, mas a palavra é do prefeito. “O dia em que eu falar, pode saber que vai acontecer”, afirmou, sem estabelecer uma data.

Texto: Leonardo Leal

Notícias relacionadas