Foco Nacional

Unicamp suspende aulas após aluna ser encontrada morta em Limeira

Uma jovem de 21 anos, estudante do campus da Unicamp em Limeira (a 151 km de São Paulo), foi encontrada morta na manhã da última sexta-feira (31) em uma área rural da cidade. A universidade suspendeu as aulas até a próxima quarta (5).
Sandy Andrade Santos era aluna do segundo ano do curso de engenharia de manufatura da FCA (Faculdade de Ciências Aplicadas) da universidade. O corpo dela foi encontrado em uma área de trilha no bairro Morro Azul, a cerca de dez minutos de carro do campus.
Segundo a polícia, ela tinha lesões e uma meia ao redor do pescoço quando foi encontrada. Foi feito exame necroscópico, mas nenhum suspeito tinha sido preso até a tarde desta segunda-feira (3).
A Unicamp decretou luto de cinco dias e realizou uma mobilização nesta segunda, com docentes, funcionários e alunos para discutir ações de segurança que possam ser propostas para a administração geral da universidade e autoridades municipais e estaduais.
“Estamos todos consternados pelo assassinato de nossa aluna Sandy Andrade Santos e preocupados com a falta de segurança que alcançou, com este fato, um limite intolerável”, afirmou a universidade em nota.
As aulas estão suspensas nos dois campus da Unicamp em Limeira e serão retomadas apenas na quinta (5). Apenas na FCA, onde Sandy estudava, 2.800 alunos estão sem aulas na graduação e pós-graduação. No campus da Faculdade de Tecnologia são mais 1.500 estudantes com as aulas suspensas.
O velório e enterro de Sandy foram realizados no sábado (1º) em Embu-Guaçu e Itapecerica da Serra, respectivamente.

Fonte: SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)

Notícias relacionadas