Eventos Expresso

Palestra discute os indícios da depressão

Dor de barriga, nas têmporas, nas costas. Pesquisadores já comprovaram que dores no corpo podem ser os primeiros sinais da depressão, antes mesmo que a pessoa seja dominada por uma tristeza profunda ou perca o interesse pelo mundo exterior. Entre 1990 e 2013, o número de pessoas sofrendo de depressão e ansiedade aumentou quase 50%, passando de 416 milhões para 615 milhões, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Por isso, a depressão é tema da campanha da entidade para o Dia Mundial da Saúde (7) neste ano, intitulada “Let’s talk”. Para contribuir para a prevenção da doença, a Mer Care e a Unicred promovem, na quinta-feira (6), a palestra “Investigando a Depressão: como identificar os primeiros sinais da doença?”, sobre os indícios da depressão para diagnóstico precoce, o que pode contribuir para a prevenção ou tratamento de doenças crônicas. O evento é gratuito.

Durante o evento, a psicóloga cooperada da Unicred e especialista em problemas como ansiedade, estresse e depressão, Ludmila Ribeiro, e o psicólogo da equipe multidisciplinar da Med Care, Evaldo Nunes, vão evidenciar não apenas os sinais emocionais, mas também os sintomas físicos que acompanham o fenômeno bioquímico. “Segundo pesquisa desenvolvida no Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo, cerca de 60% dos casos da doença são associados a males orgânicos, a maioria deles acompanhada de dor”, afirmou Evaldo Nunes.

Os circuitos que a depressão ativa são íntimos de regiões do sistema nervoso, inclusive o autônomo, que comanda o funcionamento dos órgãos. “Por isso, a depressão está relacionada a doenças crônicas, e de forma bidireional, ou seja, tanto pessoas com doença crônica têm mais propensão a vivenciar depressão, quando pessoas que já têm depressão estão mais predispostos a desenvolver doenças crônicas. Daí a importância de conhecer os sinais”, afirmou Maruzza Cerchi.

SERVIÇO: A Palestra “Investigando a Depressão: como identificar os primeiros sinais da doença” acontece na quinta-feira (06), às 19h, na UNIPAC (rua Barão de Camargos, 695, Centro) – sala 11. A entrada é gratuita e a participação vai ser certificada. Informações: 3255-1415.

Fonte: Carolina Monteiro – Prelo Comunicação

Notícias relacionadas