Destaque Esportes Foco Vôlei

Praianas não repetem resultado da última temporada e são eliminadas nas semifinais


Técnico agradeceu a torcida e afirmou “Fizemos nosso melhor”

Infelizmente, não foi dessa vez! A equipe Dentil/Praia Clube batalhou, mas encerrou sua participação na Superliga Feminina de Vôlei 2016/2017 na última sexta-feira (07), quando disputou o Jogo 3 das semifinais, contra o Vôlei Nestlé (SP), no ginásio José Liberatti, em Osasco (SP). Em 2h02min de jogo, o grupo paulista venceu as praianas por 3 sets a 1, parciais de 25/18, 23/25, 26/24. Com a vitória, o time de Osasco fechou a série melhor de cinco por 3 a 0 e garantiu classificação para a final da competição. Já o Dentil encerrou sua participação nesta temporada.
Para a partida decisiva, a central e bicampeã olímpica Fabiana Claudino voltou às quadras após ficar afastada recuperando da fascite plantar do pé esquerdo, diagnosticada após o último jogo da fase classificatória. Porém, a volta da atleta não foi suficiente para o triunfo aurinegro. O técnico Ricardo Picinin sabia que para chegar à final da competição era preciso mostrar em quadra um trabalho diferenciado. Apesar do resultado, o técnico agradeceu aos amantes do vôlei.
“Não conseguimos cumprir nosso objetivo inicial, que era chegar à final da Superliga. Mas gostaria de agradecer o apoio de toda Diretoria do Praia, aos patrocinadores e à nossa torcida, que nos animou durante todo o tempo nas partidas na Arena Praia. Que todos tenham consciência que fizemos o nosso melhor!”, afirmou o treinador.
Histórico
O Dentil/Praia Clube é uma equipe brasileira de voleibol feminino adulto. Desde a temporada 2008/2009, o time Aurinegro disputa a Superliga Nacional, o mais importante torneio do voleibol brasileiro. Nesta temporada (2016/2017), o grupo comandado pelo técnico Ricardo Picinin completou sua 9ª participação consecutiva em uma das mais importantes competições do voleibol mundial.
Na temporada 16/17, a formação do Dentil/Praia Clube foi composta pelas seguintes jogadoras: Centrais = Walewska de Oliveira, Fabiana Claudino, Natasha Farinea e Ednéia Lima; Ponteiras = Alix Klineman, Michelle Pavão, Ellen Braga e Carla Santos; Levantadoras = Cláudia Bueno, Juliana Carrijo e Mariana Galón; Opostas = Daymi Echevarria e Malu Oliveira; Líberos = Tássia Sthael e Luana Rezende.

Resultados na Superliga ao longo dos anos
2008/2009: 9º lugar
2009/2010: 7º lugar (eliminado nas quartas de final pelo Osasco, 2 a 0 na série)
2010/2011: 7º lugar (eliminado nas quartas de final pelo Osasco, 2 a 0 na série)
2011/2012: 6º lugar (eliminado nas quartas de final pelo Vôlei Futuro, 2 a 0 na série)
2012/2013: 5º lugar (eliminado nas quartas de final pelo Sesi-SP, 2 a 1 na série)
2013/2014: 5º lugar (eliminado nas quartas de final pelo Sesi-SP, 2 a 1 na série)
2014/2015: 5º lugar (eliminado nas quartas de final pelo Minas, 2 a 1 na série)
2015/2016: vice-campeão (fez a decisão ante o Rexona-AdeS, do Rio de Janeiro, sendo superado por 3 sets a 1, no ginásio Nilson Nelson, em Brasília (DF)

Fonte: Comunicação – Praia Clube

Notícias relacionadas