Cultura Expresso Foco

Dia Internacional da Dança (29) é comemorado com apresentação de companhias

Em comemoração ao Dia Internacional da Dança, celebrado no dia 29 de abril, a Secretaria Municipal de Cultura, em parceria com academias de dança de Uberlândia, promove uma apresentação especial no Teatro Municipal. O evento acontece no próximo sábado (29) e contará com a presença de bailarinos de 17 escolas da cidade. Na programação, apresentações de diversas modalidades, como balé clássico, sapateado, danças de rua, contemporânea e de salão, dentre outras. O evento acontece a partir das 18h deste sábado (29) e tem entrada franca.

Para Jhonatan Rios, idealizador do evento, essa é uma oportunidade para unir a classe artística. “Vários profissionais estarão unidos com o mesmo objetivo: estimular a criação e circulação de obras artísticas na cidade para valorizar a formação em dança”, disse.

Além das companhias, o espetáculo contará com a presença dos bailarinos Igor Renato, uberlandense formado pela Escola de Teatro Bolshoi no Brasil e Heloisa Magalhães, formada pela Especial Academia de Ballet (São Paulo-SP).

Sobre a data

O Dia Internacional da Dança foi instituído em 1982 pelo Comitê Internacional da Dança da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (CID / Unesco). Comemorado em 29 de abril, faz alusão ao nascimento do francês Jean-George Noverre (1727-1810), que se destacou na história da dança por ter escrito ‘Letters sur la Danse’, um conjunto de cartas (editado em 1760) sobre o balé em sua época. Mais tarde, acrescentou à obra textos sobre música e um ensaio sobre a dança na antiguidade, além de informações sobre a arquitetura de uma sala de ópera e libretos. Em sua obra, decisiva para a dança teatral, o autor discute o movimento em ação.

Noverre começou a dançar ainda adolescente, como aluno de Louis Dupré, na Académie Royale de Musique et Danse (futura Opéra de Paris). Sua estreia como bailarino foi na Opéra-Comique. Em Berlim, a serviço de Federico da Prússia, conviveu com famosos bailarinos como Jean Barthélémy Lany e Barbarina Campanini. Em Paris, foi mestre da Opéra-Comique, onde organizou, em variados gêneros, as danças da companhia, garantindo a bilheteria do espaço. Começou a ter sucesso com a criação do Balé Chinês. (Fonte: Funarte)

Conheça os bailarinos de destaque

Heloísa Magalhães -Começou seus estudos aos quatro anos de idade, passou pelas escolas Aria (Recife-PE), Centro de Danças Ana Unger (Belém-PA) e Especial Academia de Ballet (São Paulo-SP), onde se formou. Teve como mestres Jorge Peña, Ana Maria Campos, Guivalde de Almeida, Mercedes Beltran, Humberto Teixeira e Ana Unger.
Foi certificada com o Solo Seal Award concedido pela Royal Academy of Dance em 2016. Dançou diversos ballets como ‘Dom Quixote’, ‘Coppelia’, ‘Raymonda’, ‘A Filha do Faraó’, ‘Esmeralda’, ‘Quebra-Nozes’ e ‘Romeo e Julieta’. Participou e foi premiada em festivais nacionais e internacionais como o YAGP, a seletiva do Prix de Lausanne em Córdoba e Festival de Dança de Joinville. Dançou profissionalmente com a Cia Jovem de São José dos Campos, São Paulo Companhia de Dança e Cia Brasileira de Danças Clássicas.

Igor Renato Silva – O Uberlandense Igor Renato Silva tem 26 anos e iniciou seus estudos em dança aos oito. Obteve sua formação na Escola do Teatro Bolshoi (Joinville, Brasil) em 2009. Foi solista na Cia Brasileira de Danças Clássicas, Cia Sesc de Dança e São Paulo Cia de Dança. Apresentou-se em várias obras de repertório clássico e atuou em obras contemporâneas dos mais renomados coreógrafos da atualidade, como Nacho Duato,Willian Forsyte, Jíri Kylian, Uwe Sholtz, Marcia Haydée, entre outros. Foi premiado nos mais diversos festivais nacionais tendo destaque no CBDD (Rio de Janeiro, RJ), também como revelação no Festival Bravos (São Paulo, SP) e Festival de Dança de Joinville (Joinville, SC). Foi selecionado para o International Ballet Competition em Boston (EUA) e em Pequim (China). Teve como principais mestres: Dimitry Afanasiev , Jorge Peña, Ana Maria Campos, Giovanni di Palma, Renato Paroni e Galina Kravitchenko e Dennys Nevdomi. Hoje atua pela Ópera de Leipzig na Alemanha.

Texto: Ascom PMU

Notícias relacionadas