Cidade Expresso Foco

Prefeitura intensifica trabalho preventivo para evitar quedas de árvores

A Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanístico ampliou os serviços preventivos para evitar quedas de árvores em locais públicos. O trabalho intensivo também impede danos em redes elétricas e pavimentações asfálticas que possam ser causados por espécies de grande porte. Durante três meses, um caminhão com cesto aéreo – que atinge até 21 metros de altura – facilitará a poda dos galhos mais altos. A expectativa é que, neste período, mais de 400 pontos que necessitam do serviço na cidade sejam atendidos.

LEVANTAMENTO DETALHADO

No início do ano, a secretaria iniciou um levantamento em toda a cidade para ter um diagnóstico de quais locais precisavam de intervenções. Localização, proximidade de rede elétrica, idade e estrutura física são alguns dos critérios que foram observados. Com a definição, a estratégia então passou a ser pautada na execução do
serviço indicado para cada situação nos bairros. Segundo o assessor técnico de Meio Ambiente, Anderson Alves de Paula, o procedimento de remoção só é feito quando a árvore apresenta risco de queda ou está condenada. “Seja por infestação de fungos, doenças, desequilíbrio da copa em relação ao tronco e raízes, idade avançada, ressecamento, deterioração ou até mesmo em função de ventos fortes ou tempestades”, explicou.

COMO AJUDAR

O cidadão que quiser requerer serviços de podas e corte de árvores em locais públicos deve acionar o Serviço de Informação Municipal (SIM) pelo telefone 3239-2800, de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 7h às 19h, ou acessar o campo ‘Fale com o Governo [1]’ no portal da prefeitura [2]. Ao receber qualquer requisição, a secretaria envia uma equipe multidisciplinar ao local para analisar e detectar qual a real necessidade. “Temos biólogos,
engenheiros ambientais e técnicos agrícolas envolvidos neste processo, profissionais extremamente capacitados para apontar soluções e dar diagnósticos. São eles que fazem um estudo detalhado da situação da árvore e emitem laudos que definem uma escala de prioridade para a execução dos serviços. Tudo para garantir a segurança da comunidade
e evitar danos às vias, calçadas e rede elétrica”, expõe o assessor.

Fonte: Secom PMU

Notícias relacionadas