Cidade Expresso Foco

Escolas da zona rural recebem Caravana de Prevenção às Drogas

Na próxima semana, a zona rural de Uberlândia recebe o projeto Caravana de Prevenção às Drogas. A ação leva teatro, dança, música, roda de conversa e até grafite para as unidades de ensino da cidade. O objetivo é, de forma lúdica, oferecer às crianças informações e orientações sobre o tema. O programa itinerante é realizado pela Secretaria de Prevenção às Drogas, Defesa Social e Defesa Civil em parceria com a Secretaria Municipal de Educação.

Nos dias 16 e 17 de maio, a Escola Municipal Dom Bosco, na comunidade de Rio das Pedras recebe a ação. Nos dias 18 e 19 de maio, é a vez da Escola Municipal Domingas Camin, no distrito de Miraporanga. Já nos dias 24 e 25 de maio, a Caravana vai até a Escola Municipal Milton Porto, no bairro Santa Mônica.

Outras escolas também podem receber a Caravana

As escolas públicas ou privadas que desejam receber a Caravana de Prevenção às Drogas devem solicitar o projeto pelo telefone 3239-2818 ou pelo e-mail diretoriadeprevencaoasdrogas@uberlandia.mg.gov.br.

Fique por dentro!

O quê: Caravana de Prevenção às Drogas

Quando: dias 16 e 17 de maio
Onde: na Escola Municipal Dom Bosco, na comunidade de Rio das Pedras

Quando: dias 18 e 19 de maio
Onde: na Escola Municipal Domingas Camin, no distrito de Miraporanga

Quando: dias 24 e 25 de maio
Onde: na Escola Municipal Milton Porto, no bairro Santa Mônica

Conheça algumas das ações da Caravana de Prevenção às Drogas que serão realizadas:

– Papo Legal – Uma proposta inovadora no que se refere à prevenção, supera as palestras de caráter repressivo e proibitivo. O Papo Legal surge para motivar os chamamos de diálogos pontuais, realizados de forma leve, informal e interativa, com metodologia e linguagem atrativa.

– Oficina de Rimas – Trabalha a expressão da musicalidade urbana e contemporânea, com princípios metodológicos voltados ao conhecimento humano, prevenção ao uso de drogas, educação, meio ambiente e língua portuguesa. Com a metodologia de rimas, os jovens debatem e expressam temas do cotidiano e ainda recebem informações sobre os malefícios causados pelo uso de álcool e drogas. O projeto também contempla a capacitação dos educadores para serem multiplicadores das ações.

Texto: Secom PMU

Notícias relacionadas