Expresso Nacional

Prazo para pagamento da taxa de inscrição do Enem termina nesta quarta

Foto: Divulgação

O prazo para os participantes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) pagarem a taxa de inscrição termina nesta quarta-feira (24). A inscrição só é confirmada após o pagamento, que pode ser feito em qualquer agência bancária, Correios ou casa lotérica, dentro do horário bancário. As informações são da Agência Brasil.

Devem pagar a taxa os candidatos que não se enquadraram nos critérios de isenção e que, na hora da inscrição tiveram o boleto gerado. O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) alerta que não confirmará inscrições cujo pagamento tenha sido feito por meio de boleto gerado fora do Sistema de Inscrição, assim como não aceitará inscrições em valores diferentes de R$ 82.

As instituições bancárias pedem um prazo de até três dias úteis para a confirmação das inscrições. O Inep recomenda que todos os inscritos confirmem a situação na Página do Participante. Dúvidas podem ser solucionadas pelo telefone 0800 616161 ou pelas redes sociais do Inep.

PAGAMENTO

O valor da inscrição no Enem aumentou este ano -em 2016, a taxa foi de R$ 68. Pelas regras do edital, estão isentos os estudantes de escolas públicas que concluirão o ensino médio este ano, os participantes de baixa renda que integram o CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais) e os que se enquadram na Lei 12.799/2013 que, entre outros critérios, isenta de pagamento pessoas com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, ou seja, R$ 1.405,50.

Atualmente, os pagamentos cobrem cerca de 30% do custo do exame, o restante é pago pelo Inep. No ano passado, por exemplo, o custo, de R$ 91,49 por participante, foi R$ 23,49 acima do valor pago. A autarquia diz que, mesmo com a alta, a inscrição no Enem está abaixo da média dos vestibulares do país, que é R$ 140.

ENEM

As provas serão aplicadas em dois domingos consecutivos, nos dias 5 e 12 de novembro. O resultado das provas poderá ser usado em processos seletivos para vagas no ensino público superior, pelo Sisu (Sistema de Seleção Unificada) para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo ProUni (Programa Universidade para Todos) e para obter financiamento do Fies.

Texto: Folha Press

Notícias relacionadas