Cultura Expresso

Festas juninas unem comunidades escolares

Foto: Pixabay

Junho chegou e com ele as festas caipiras com suas danças, decorações e comidas típicas. Para as estudantes, professores e servidores, essas celebrações se transformam em oportunidades de unir comunidades escolares em momentos de confraternização, que vai além dos tradicionais trabalhos pedagógicos em torno de tradições, histórias e costumes. Em uma rede de ensino como a da Secretaria Municipal de Educação (SME), que engloba 123 unidades de ensino, as opções são muitas.

A abertura das comemorações será nesta sexta-feira (2), às 19h, no Centro Municipal de Estudos e Projetos Educacionais Julieta Diniz (Cemepe). Com o nome ‘Saloon Cemepe’, os organizadores prometem oferecer uma festa alegre, com diversas guloseimas, momentos literários, leilões e outras atividades. A comemoração é voltada aos profissionais da rede e aos servidores do Cemepe.

60 metros de tecido para promover a integração

A criatividade é algo predominante na organização das festas feitas nas escolas do Município e não tem limites, como é o caso da que irá acontecer na Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Augusta Maria de Freitas, no bairro Seringueiras. Pra começar, imagine sessenta metros de ‘chita’. Agora pense algo mais interessante: duas saias deste tamanho e que serão ‘vestidas’ por alunos de dois anos de idade da Emei. A ideia parece estranha, mas surgiu durante uma pesquisa dos educadores da unidade. Percebendo que além de belas, as saias poderiam ser trabalhadas de forma lúdica e educacional, a equipe iniciou uma campanha para adquirir os tecidos e confeccionar as peças (conseguiram viabilizar duas, sendo cada uma com trinta metros). A produção das saias gigantes ficou por conta de uma educadora da Emei, que se ofereceu para costurá-las. Todo o processo durou cerca de duas semanas.

Segundo a diretora da Emei Augusta, Adriana Alves Brito, durante as apresentações, uma professora ficará no centro de cada saia e as crianças estarão conectadas a ela, na barra da peça. “Será uma forma de promover a união entre as crianças. Assim, futuramente teremos adultos mais sensibilizados com o próximo”, disse. As apresentações serão no sábado (10), às 11h, na sede da Emei Augusta.

De acordo com a secretária de Educação, Célia Tavares, as festas juninas organizadas na rede municipal de ensino não se limitam apenas ao caráter festivo. “São momentos de interação das comunidades escolares, quando promovemos a união de todos. Também são atividades pedagógicas baseadas em pesquisas sobre cultura, tradição, religião e vários outros aspectos”, comentou.

Texto: Secom PMU

Notícias relacionadas