Destaque Entrevista Expresso

Daniel Camperoni Andreolli assume a presidência da APP Uberlândia e fala sobre a integração da comunicação nos negócios

O presidente da APP Uberlândia para o biênio 2017/2018 destaca o momento de transformação digital por que passa o segmento e a campanha Meu Coração é Udi em parceria com as outras associações da cidade

Foto: Leonardo Leal

 

A APP (Associação dos Profissionais de Propaganda) Uberlândia realizou a posse da nova diretoria da entidade para o biênio 2017/2018. O consultor de Marca e Comunicação Daniel Camperoni Andreolli assumiu oficialmente a presidência na noite desta terça-feira (13), em cerimônia no auditório da Esamc Uberlândia. O novo presidente destacou a criatividade como fator relevante para os negócios e o engajamento pela cidadania como uma das bandeiras da associação. Ele também fez um agradecimento às pessoas que vão tocar juntos a empreitada.

Ao passar o cargo, Carlos Magno Ribeiro d’Armada, que esteve à frente da entidade nos últimos dois anos, ressaltou que ganhou aprendizagem e conhecimento com as palestras de renomados publicitários e os cursos que participou como redação e design. “Foram aulas e ensinamentos que levarei para toda a vida”, afirmou.

O evento contou com a apresentação das próximas ações da APP Uberlândia como o curso Insight para Negócios com palestras de experts do setor, entre eles, Luiz Rasquilha, Kip Garland e Júlio Emmert. A nova feijoada da APP e o Almoço APP visando facilitar a interação e o network entre os associados. Também durante a cerimônia, o público conferiu a palestra do Chief Digital Officer (CDO) da Algar Telecom, Eduardo Raboni, com o tema Potencializando Negócios com a Transformação Digital.

Leia abaixo a entrevista de Daniel Camperoni Andreolli a O Jornal de Uberlândia:

Quais são os objetivos e desafios da nova diretoria à frente da APP (Associação dos Profissionais de Propaganda)?

São dois grandes desafios. O primeiro, a gente acredita que a comunicação precisa se integrar mais ao mundo dos negócios, porque ela aparece muito nas informações, no entretenimento, nas campanhas publicitárias. Com a transformação digital a gente vai ter uma proliferação de dados, de inteligência artificial, de Internet das coisas. Tudo mundo vai ter acesso a isso. Quem vai fazer a diferença é quem tem criatividade e sensibilidade. Por isso, a gente acredita que as pessoas deste setor estão muito aptas a discutir sobre negócios. Esse é um ponto crucial.

E, para tangibilizar isso, a gente vai ter uma formação chamada Insight para Negócios, em que vamos ter uma trilha de cursos. Ao todo serão sete encontros de duas horas, em que vamos tratar de diversos temas ligados à transformação digital da comunicação. Durante essa trilha de formação, as pessoas vão poder interagir entre elas, falar de formação digital e como a criatividade e a sensibilidade farão a diferença para os negócios. Então esse é um ponto.

O outro é um grande movimento pela cidadania. Será a APP com as principais associações da cidade, que estão se unindo para fazer esse grande movimento, chamado Meu Coração é Udi. Com esse tema, a gente pretende engajar a população, os moradores de Uberlândia em uma série de atividades do bem.

Essas ações são uma forma da APP estar mais próxima dos associados e da sociedade em geral?

A APP se aproxima dos negócios e da sociedade. Do primeiro, por meio da transformação digital e de como a criatividade pode fazer a diferença. E, se aproxima da comunidade, por meio dessa grande campanha de cidadania.

Quem são os filiados da APP?

Hoje, os filiados da APP são profissionais que trabalham nos meios de comunicação, temos veículo de comunicação, agência de propaganda, profissionais que formam um grande grupo de fornecedores como fotógrafos, gráficas, produtoras de áudio e vídeo. Essa é a composição atual, mas fazemos um convite para todos que trabalham com criatividade, ou acham que a criatividade pode fazer a diferença, que venham para a APP. Porque a gente vai conversar sobre isso.

Como o segmento avalia a situação atual do País?

O segmento da publicidade e propaganda passa por uma grande transformação. Claro que o digital tem tudo a ver com essa transformação porque ele traz consigo uma transformação de comportamento. As pessoas interagem e são produtoras de comunicação cada vez mais. Todos nós somos produtores de comunicação. Então, o segmento está se reinventando. Existe uma discussão de agências se tornando consultoria e vice-versa. Estamos no meio de uma grande transformação do negócio.

Qual a estratégia do setor para vencer a crise?

O setor é fundamental para que as empresas vençam a crise. Porque as pessoas que trabalham com criatividade têm um olhar que pode fazer a diferença, no seguinte sentido. A situação pode estar complicada para todos os segmentos. Quando você faz uma comunicação eficiente, quando você consegue tocar a pessoa com quem você quer falar. A tendência é que ela valorize mais o seu produto, serviço ou marca. Então num momento de crise, é a hora em que a comunicação é mais importante.

Nesse momento em que você assume oficialmente a presidência da APP, qual a mensagem que deixa para os associados e a sociedade?

Para os filiados da APP é o momento de nos unirmos, sobre essa transformação do negócio e para trabalharmos juntos pela cidadania. Para a sociedade, é um convite: vem com a gente, porque aqui você vai trabalhar com transformação digital, criatividade e cidadania que são temas que se complementam. Eu brinco que o significado de APP que é Associação dos Profissionais de Propaganda também pode ser Associação dos Profissionais com Propósito. Porque são os dois grandes propósitos que a gente tem.

Aproveito o momento para reforçar o convite. A APP não é só dos comunicadores, é de todos aqueles que têm propósito e acreditam na criatividade.

Texto: Leonardo Leal

Os interessados em conhecer e participar da APP Uberlândia podem entrar em contato pelo site APP Udi  ou pela página no Facebook: APP Uberlândia; pelo e-mail: app@appudi.com.br ou pelo tel. 3237-4470.

A diretoria da APP Uberlândia para o biênio 2017-2018 tem a seguinte composição :

Conselho de Administração:

Presidente: Daniel Camperoni Andreolli
Primeiro Vice-presidente: Dione Alves Borges
Segundo Vice-presidente: Célio Cardoso dos Santos
Diretor: Vítor de Almeida Lima
Diretor: Rogério Peres da Fonseca
Diretor: Daniel Marques Ramos
Diretor: Rômulo de Freitas Guilherme
Diretor: Frederico Vieira Melazo
Diretor: Fabrício Sangenetto Vieira da Silva

Diretoria Executiva

Presidente: Daniel Camperoni Andreolli
Vice-presidente: Célio Cardoso dos Santos
Diretor Financeiro: Vítor de Almeida Lima
Diretor Primeiro Secretário: Rogério Peres da Fonseca
Diretor Segundo Secretário: Rômulo de Freitas Guilherme
Diretor: Edivaldo Ferreira Samorano
Diretor: Helen Cristina de Paiva e Silva Novaes
Diretor: Adriana de Faria e Sousa
Diretor: Leonardo Carneiro Cruvinel
Diretor: Ben-Zion Wittenberg
Diretor: Ana Maria Lahor
Diretor: Bruno Franco Drummond Cecílio
Diretor: Cristiano Vilaça
Diretor: José Geraldo Gomes
Diretor: Maurity José Cazarotti Arantes

Conselho Fiscal

Presidente: Carlos Magno Ribeiro d´Armada
Secretário: Adriano Gargalhone Novaes
Membro Efetivo: Celso Venâncio Machado
Suplente: Renata Maria Castilho Garcia
Suplente: Carlos Roberto Viola
Suplente: Eriberto Angeli Gussoni

Notícias relacionadas