Destaque Expresso Segurança

Polícia Civil prende quadrilha e recupera trator roubado de fazenda de deputado estadual

Foto: Polícia Civil/ Divulgação

A Polícia Civil de Uberlândia, por meio da Delegacia Rural, apresentou nesta segunda-feira (26), cinco suspeitos do roubo de um trator avaliado em cerca de R$ 500 mil da fazenda do deputado estadual Leonídio Bouças, localizada na rodovia Neuza Resende no Distrito Industrial. Na ocasião, as vítimas foram surpreendidas pelos assaltantes armados que renderam os caseiros e os mantiveram em cárcere por 12h no início do mês de maio.

As investigações buscaram localizar o trator que estava em um galpão no município de Rio Verde em Goiás, também foram feitas interceptações telefônicas para localizar os integrantes da quadrilha, de acordo com o delegado Hugo Leonardo Marques. Ao localizar o maquinário a Polícia Civil prendeu três receptadores que haviam oferecido R$ 40 mil pelo trator. Esses receptadores haviam anunciado o trator em um aplicativo de classificados rurais daquela região.

Delegado Hugo Leonardo Marques mostra suplementos roubados. Foto: Leonardo Leal

A partir das interceptações telefônicas, a Polícia Civil chegou aos autores do crime e prendeu os irmãos A.R.S., de 39 anos, L.R.S. de 31 anos e S.R.S. de 38 anos, também foram presos V.B.S. de 63 anos e G.A.N. de 46 anos. Nas investigações, foi descoberto que V.B.S. fazia fretes com um caminhão 1113 para produtores rurais e informava os comparsas do que havia nas fazendas que prestava serviço.

“Durante as investigações, notamos que era uma quadrilha organizada que antes mesmo de fazer o roubo, eles já tinham quem compraria o maquinário agrícola”, afirmou o delegado Hugo Leonardo Marques. Ele acrescentou que a quadrilha é especializada em roubo a mão armada, e um dos presos já é reincidente, tendo permanecido em cárcere por 17 anos.

Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Ao cumprir mandados de busca e apreensão a Polícia Civil localizou e apreendeu no assentamento Maná na casa da amasia de V.B.S. diversos implementos agrícolas e equipamentos como sementeiras também furtados de propriedades rurais, de acordo com as investigações. Com a amásia E.M. de 43 anos, também foi encontrada uma quantidade não divulgada de maconha, razão porque a mesma também foi presa por tráfico de drogas.

Texto: Leonardo Leal

Notícias relacionadas