Cidade Destaque Expresso

Prefeitura reforça segurança no Parque do Sabiá com a instalação de 120 câmeras

Foto: Comunicação/Futel

A Prefeitura Municipal de Uberlândia inicia nesta terça-feira (27), o serviço de colocação de postes para instalação de 120 câmeras em toda extensão dos 5 km da pista de caminhada/corrida do Parque do Sabiá. A operação do sistema de vídeomonitoramento deve começar a funcionar em agosto e tem como objetivo oferecer mais segurança aos frequentadores do parque. A ação também faz parte do projeto de revitalização deste espaço, que recebe mais de cinco mil pessoas diariamente.

Para implantação do sistema, serão colocados 60 postes, com duas câmeras, a cada 41 metros, no entorno da pista. Os monitores permitirão a visualização da movimentação no local 24 horas por dia. “Esse equipamento vai garantir a cobertura de 100% da pista. É, sem dúvida nenhuma, um benefício importante e necessário para que os freqüentadores do parque tenham mais tranqüilidade e segurança enquanto praticam atividades físicas. Estamos trabalhando de acordo com as orientações do prefeito Odelmo Leão, que trabalha em todos os setores para garantir o bem-estar da população”, disse Silvio Soares dos Santos, diretor-geral da Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel).

Outras ações em prol da segurança

O projeto de revitalização do Parque do Sabiá foi iniciado em janeiro com a retomada da parceria entre a Futel com a Polícia Militar e o Pelotão Canil. A partir daí, rondas ostensivas diárias voltaram a ser feitas no local. Além disso, a fundação investiu na qualificação dos 71 agentes patrimoniais que trabalham nas quatro portarias. “Investimos em nossos profissionais para que eles atuem da forma correta no contato com o público. Na semana passada, por exemplo, eles participaram de um curso de autodefesa ministrado por um instrutor da Polícia Federal”, destacou Silvio Soares.

A melhoria na iluminação do parque é também uma ação que é desenvolvida regularmente, através da substituição de lâmpadas e reparos em disjuntores e transformadores. “Estamos desenvolvendo um projeto de reestruturação da subestação de distribuição de energia elétrica em todo o parque. Nossa intenção é substituir equipamentos antigos e lâmpadas de vapor de sódio”, concluiu o diretor-geral da Futel.

Texto: Secom PMU

Notícias relacionadas