Cidade Destaque Expresso

Hospital Santa Catarina deve levar mais de 4 meses para reabrir

Foto: Reprodução/Site Hospital Santa Catarina

O JORNAL de Uberlândia conversou com alguns agentes envolvidos no processo de reabertura do Hospital Santa Catarina e apurou que dificilmente a abertura ocorrerá dentro de quatro meses, uma vez que a Vigilância Sanitária cobrará reformas estruturais que demandam tempo. Enquanto isso, os beneficiários do Ipsemg (Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais) continuam sem atendimento de internações e cirurgias em Uberlândia.

Alvará sanitário — Concernente, à vigilância estadual, a SRS (Superintendência Regional de Saúde) informou que está dialogando com a direção do Hospital Santa Catarina para prestar apoio técnico. Já a Vigilância municipal que, será responsável pelo processo do alvará sanitário, comunicou por meio da Secretaria de Comunicação que as informações referentes à abertura do hospital serão fornecidas pelo próprio hospital.

Outro lado — o diretor-presidente do hospital Santa Catarina, Placidino Stábile de Oliveira, disse ao JORNAL de Uberlândia que o processo de reabertura deve levar aproximadamente dois meses, e que estava tomando as providências tanto na Justiça quanto na Vigilância Sanitária.

Requerimento – Na semana passada o vereador Thiago Fernandes encaminhou requerimento ao governador, à Vigilância Sanitária e ao MPE (Ministério Público Estadual), assinado por ele e mais dez vereadores, solicitando apoio e celeridade na reabertura do hospital Santa Catarina. Ao governador, o vereador requer fomento para atendimento dos convênios com o SUS (Sistema Único de Saúde) e o Ipsemg. À Vigilância Sanitária, Fernandes pede celeridade no processo de fiscalização para reabertura. A Superintendência Regional de Saúde informou que até a semana passada não havia recebido o requerimento assinado pelos vereadores para responder à demanda.

Audiência – No dia 21 de junho, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais realizou uma audiência para discutir o atendimento dos beneficiários do Ipsemg. O Hospital Santa Catarina era o único que atendia os beneficiários do instituto em Uberlândia. O hospital está fechado desde agosto de 2016. Na audiência, o diretor presidente do Santa Catarina, Placidino Stábile ressaltou que a situação do hospital é precária desde 2008 e que foi encaminhado um pedido de recuperação judicial à Justiça em 14 de junho.

Texto: Leonardo Leal

Notícias relacionadas