Expresso Foco Games

A nova série Castlevania

Foto: Divulgação

Já imaginou lutar contra as forças sombrias do Vlad? Passar horas achando que o Conde está te observando? Explorar os mais profundos e mórbidos calabouços do castelo mal-assombrado? Seja bem-vindo ao universo Castlevania. E o melhor, agora não apenas no mundo dos games.

Criada e desenvolvida pela gigante Konami em 1986 para o Famicon (NES-Nintendinho), a saga vem sendo explorada desde então. Já foram lançados mais de 40 jogos para todos os tipos de plataformas (desde o NES ao novo reboot Lords of Shadow, em 2011, para PS3/XBOX360 e PC). Aliás, a cronologia da série não obedece à sequência dos seus jogos lançados, sendo que Castlevania: Lament of Innocence (2003, para PS2) é o primeiro de toda a história e exatamente o começo das aventuras do famoso clã caçador de vampiros, os Belmonts.

A saga é focada nessa guerra entre os Belmonts e Drácula, que até certa parte da cronologia retorna das trevas a cada 100 anos para se vingar e tentar dominar o mundo, sendo que sempre há um remanescente do clã para derrotá-lo antes que exerça sua vingança. Com o passar do tempo (dos jogos lançados, na verdade), Drácula passou a ser ressuscitado por seus servos fora dos intervalos centenários. De início a saga focava mais os Belmonts e seus descendentes, porém, logo introduziu outros protagonistas, como Alucard (filho de Drácula), Soma Cruz e Shanoa.

Foto: Divulgação

Trevor Belmont em ação no NES

Toda essa aventura macabra é baseada no romance de ficção gótica de Bram Stoker, Drácula (1897), e inclusive no game Castlevania: Bloodlines alguns elementos do livro são amplamente citados, conectando, por exemplo, Quincey Morris (o caçador de vampiros do romance) ao clã dos Belmonts.

Mas, então, o que há de novidade? É algum game novo?

Não. Nada de jogo, por enquanto. Mas a Netflix acaba de lançar em sua grade um prólogo da série de animes (desenhos japoneses) abordando exatamente esse universo estrondoso dos jogos Castlevania. E, sim, de uma forma muito bem executada. Aliás, apesar de pequena (apenas quatro capítulos de menos de 30 minutos), é uma mistura baseada no primeiro jogo da saga (cronologicamente), ou seja, o Lamment of Innocence, junto com o segundo, Castlevania III: Dracula´s Curse.

Muito bem aceita pela crítica e entusiastas, a promessa é de mais uma temporada com oito capítulos, contando toda a história de Trevor Belmont em sua luta com o exército da escuridão reunido pelo misterioso e complexo Conde Drácula. Recomendo assistir o anime e espero que haja algum projeto futuro para, quem sabe, um novo reboot do jogo (ou remasterização, mesmo).

Segue o teaser da nova série Castlevania da Netflix:

 

 

E aí? Gostaram da novidade? Eu achei muito bom!

Texto: Lucas Luz
Entusiasta de Games

Notícias relacionadas