Cidade Expresso Foco

Uso de contêineres é eficiente no combate ao descarte irregular de lixo na zona rural

Foto: Comunicação Dmae

Há três meses o Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae), em parceria com a Secretaria Municipal de Agropecuária, Abastecimento e Distritos, investe na limpeza de pontos críticos (onde há acúmulo de lixo e entulhos e lixo) na zona rural. A principal ação adotada foi a instalação de contêineres e o monitoramento para que a coleta seja feita conforme a quantidade de lixo gerado. Nestes 90 dias, a iniciativa tem registrado resultados positivos: a população dos sítios e fazendas passou a usar as caçambas para o descarte adequado.

Zonas rural e urbana

Do total dos contêineres utilizados em Uberlândia, cerca de 90 estão na zona rural, onde a coleta é feita duas vezes por semana. Os equipamentos também foram instalados na zona urbana e 700 coletores estão espalhados nas vias da cidade, com recolhimento semanal e diário de acordo com a região.

Além da coleta convencional e seletiva, o Dmae investe também na conscientização da população em relação ao acondicionamento correto do lixo. “Aliado a esse trabalho de limpeza, estamos desenvolvendo ações educativas com a população rural e de recreios, bem como com os usuários da zona urbana, que acabam jogando o lixo em locais inadequados”, informa Adicionaldo Cardoso, diretor de Gestão de Resíduos Sólidos do Dmae.

Atualmente, seis estagiários realizam este trabalho de campo. Durante as visitas, a equipe ainda coleta avaliações da comunidade para monitorar se a quantidade de contêineres e a periodicidade estão satisfatórias.

Texto: Secom PMU

Notícias relacionadas