Destaque Expresso Política

Trancos e barrancos

Foto: Divulgação

A primeira quinzena de julho de 2017 custou mas passou, aos trancos e barrancos. Aqui e no mundo.
No Brasil sem tornozeleiras eletrônicas os bandidaços estupradores e os políticos mega-corruptos vão pra casa curtir a vida mansa. Devolveram quanto para os cofres públicos?
Dr. Sérgio MORO gasta duzentas e trinta e oito laudas para sugerir a prisão de LULA, o santo. E, ao contrário do que alguns previam, não houve nenhum transtorno social.
Michel TEMER dá carta-branca a Romero JUCÁ para transgredir onde for preciso e gastar o que for preciso para garantir sua permanência nos palácios do Jaburu e do Planalto.
As três “cajazeiras”, Fátima Bezerra, Gleisi Hoffman e Vanessa Graziotin, se aboletam na mesa da presidência do senado, obstruem os trabalhos do dia e, à luz de velas, comem quentinhas. O Brasil precisando trabalhar e as narigudinhas dando sapituca…!!! Quanto teria custado aquele dia legislativo? Muito caro o funeral da esquerda brasileira chiliquenta e burra. Triste fim do PT, PCdoB, PSB e quejandos.
A CCJ derruba o pedido de cassação do mandato de TEMER.
Na “CIDADE MARAVILHOSA CHEIA DE ENCANTOS MIL” uma bala perdida estoura a coluna vertebral de um feto dentro do útero materno.
A CLT é substituída por nova lei trabalhista ainda tímida mas sempre um avanço. E o melhor, os líderes sindicais pelegos e seus sindicatos arruaceiros, sem contribuição compulsória, vão à PQP, graças a Deus!
A justiça peruana, mais ágil do que a nossa, julga, condena e prende o ex-presidente HUMALA (?) e sua esposa, após delação de Marcelo ODEBRECH. Três milhões de dólares para cada um. Só isto?
O G-20 acaba antes da hora por causa da intervenção das ruas. Nem “mortandelas” nem coxinhas nem pizza nem sanduíche de hamburguer. Foi o povo mesmo de Hamburgo que deu um “vazamalandro” naquela cambada de super-homens midiáticos, inimigos do planeta e da humanidade.
O urso gringo TRUMP, um primor de delicadeza, cumprimenta a primeira-dama francesa e elogia sua aparência.
Os fanáticos religiosos do mundo e os traficantes brasileiros continuam fazendo a alegria da indústria bélica mundial. Haja arma, munição, bala perdida, caixão e defunto!
Indiferente a tudo um iceberg gigante sai flutuando pelos mares imundos do planetinha azul.
Só notícia ruim? Não. Há uma notícia alvissareira: a super safra de alimentos que o Brasil colherá agora, na segunda quinzena de julho. Se depender de nós, agricultores incansáveis, não faltará comida nas mesas dos povos da terra.
Parabéns EDUARDO, MAURÍCIO, EDÉZIO, FABIANO, LOURIVAL e ILDEÂNIA. Eu vos saúdo em nome dos demais heróis da fartura!
Vamos imitá-los, minha gente? Afinal o Brasil só conta conosco.
Que os ventos frios, os ipês roxos e o céu azul nos dêem coragem para viver uma segunda quinzena produtiva e próspera.
Obrigada, terra brasilis!
Texto: Martha Pannunzio
Fazenda Água Limpa

Notícias relacionadas