Cidade Destaque Expresso

Campanha ‘Terminal do Bem’ visa conscientizar passageiros sobre ações de segurança e cidadania nos terminais de ônibus

Foto: Valter de Paula – Secom/PMU

Com investimento de R$ 300 mil na primeira etapa, foi lançada na manhã desta terça-feira (18), a campanha Terminal do Bem – Fazer o certo é o caminho” pela Comtec (Companhia de Administração de Terminais Urbanos e Centro Comerciais) em parceria com a prefeitura de Uberlândia. A campanha acontece nos cinco terminais de Uberlândia e visa divulgar mensagens educativas sobre o uso das plataformas de embarque e desembarque, como também o respeito a sinalização e aos outros passageiros.

O diretor presidente da Comtec José Inácio Pereira destacou que é uma campanha com o intuito de aumentar a segurança dos passageiros. Ele lembrou que o acidente ocorrido com uma senhora no início do ano reforçou a necessidade de conscientizar as pessoas. “Os passageiros muitas vezes estão atrasados, apressados para tomar o próximo ônibus e às vezes passa despercebido tudo que a gente já faz de serviços em termo de sinalização”, afirmou.

Além da campanha liderada pela administradora dos terminais, o secretário de Trânsito e Transportes, Paulo Sérgio Ferreira, disse que a secretaria vai realizar campanhas junto a cobradores, motoristas e fiscais de ônibus. “Vamos estimular de uma maneira lúdica, peças teatrais, de forma que possamos motivar as pessoas a respeitar as regras do transporte”, afirmou.

Entre as regras citadas por Ferreira estão: aguardar o desembarque dos ônibus antes de embarcar, ceder bancos para a grávida, o idoso, respeitar o cadeirante, respeitar a faixa amarela na plataforma para evitar acidentes. Ele disse ainda que a secretaria ficou muito sensibilizada com o último acidente ocorrido no terminal e o objetivo é zerar o número de acidentes.

Segundo a Comtec, cerca de 120 mil pessoas transitam diariamente pelo terminal central. Já nos terminais periféricos a média do fluxo de passageiros é de 20 mil.

Ajuste nas linhas

Em relação a um possível aumento da frota, o secretário disse que a cidade está crescendo, mas não houve aumento no número de passageiros. Ele acrescentou que haverá flexibilização em frotas que atendem algumas linhas, mantendo o equilíbrio sem onerar a tarifa. “Temos alguns bairros como o Monte Hebron, Pequis, em que pessoas que estavam morando em uma região, estão se deslocando para outra, então temos que rever as frotas que atendem determinadas linhas”, disse.

Texto: Leonardo Leal

Notícias relacionadas