Cidade Expresso Foco

Exposição valoriza expressões e memórias de quem já passou dos 60

Imagens capturadas pelos fotógrafos Rafael Ariza e Jorge Paul apresentam histórias dos idosos que vivem em lares permanentes

Foto: Marco Crepaldi / Secom PMU

Realçar as marcas que apareceram ao longo dos anos para enxergar a beleza da experiência e do que foi vivido. A exposição ‘Velhice, imagem, memória: representação poética da existência’ retrata o encanto – muitas vezes oculto – dos idosos que moram em duas instituições de longa permanência em Uberlândia. A mostra é idealizada pela especialista em terceira idade, Geni de Araújo Costa, com imagens dos fotógrafos Rafael Ariza Gonçalves e Jorge Paul.

Expressões e sentimentos

A iniciativa foi norteada por três propósitos: dar visibilidade à velhice, às belezas ocultas e às memórias dos idosos. Ao todo, o projeto reúne 40 fotos que revelam expressões e sentimentos de pessoas que, trazem na pele, uma história. As imagens estão em exposição na galeria de arte do Mercado Municipal até o início de maio. A entrada é franca e a visitação pode ser feita de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h.

“Essa exposição é para aqueles que acreditam na poesia, no ato poético, que enxergam o envelhecimento de uma forma possível e real. Foi feita para os que acreditam na arte como veiculo de comunicação e que são sensíveis ao outro”, explica Geni de Araújo Costa.

Prestigie!

O quê: Exposição ‘Velhice, imagem, memória’
Quando: até 14/08, de segunda a sexta-feira
Hora: 12h às 17h
Onde: Centro Administrativo, bloco 2
Endereço: Avenia Anselmo Alves dos Santos, 600
Entrada Franca

Texto: Bárbara Menegasso / Secom PMU

Notícias relacionadas