Destaque Expresso Nacional

Luiz Melodia morre no Rio de Janeiro, aos 66 anos

Foto: Adriano Vizoni/Folhapress

O cantor e compositor Luiz Melodia morreu, nesta sexta-feira (4), no Rio de Janeiro, aos 66 anos, em decorrência de um câncer na medula óssea.

O nome de batismo era Luiz Carlos dos Santos, filho de um sambista do morro do Estácio, no Rio, berço do samba urbano carioca. O menino descobriu a música ao ver o pai tocando viola em casa.

Melodia precisou contrariá-lo para seguir na música, porque o pai sonhava vê-lo doutor.

Foi no seu morro do Estácio natal que Melodia conheceu o poeta Wally Salomão e Torquato Neto. Por meio do poeta, Gal Costa conheceu as composições do artista -cujas canções ela gravaria. A primeira mais famosa foi “Pérola Negra”, no disco “Gal a Todo Vapor”.

“Estácio Holly Estácio”, outra de suas mais conhecidas, ganhou interpretação em diversas vozes, tornando-se um dos clássicos da música popular brasileira -ela foi primeiro gravada por Maria Bethânia.

Em 1973, com o sucesso, lançou o disco “Pérola Negra”. Depois, viriam “Maravilhas Contemporâneas” (1976) e “Mico de Circo” (1978).

Playlist para recordar.

Texto: Folhapress 

Notícias relacionadas