Cidade Expresso Foco

Prefeitura realiza melhorias no Campus de Atendimento à Pessoa com Deficiência

Plano de ação para readequação de processos será feito por uma equipe da Secretaria de Educação, em conjunto com familiares dos alunos e servidores da unidade

Foto: Valter de Paula – Secom/PMU

Uma comissão especial foi criada pela Secretaria Municipal de Educação (SME) com a finalidade aprimorar o atendimento oferecido no Campus Municipal de Atendimento à Pessoa com Deficiência, mantido pela Prefeitura de Uberlândia. Todo o processo está sendo feito de forma transparente e em conjunto com as famílias e com os servidores do espaço. Desta forma, os quase 70 alunos atendidos no local poderão usufruir de serviços ainda melhores. As mudanças tornaram-se necessárias para atender as novas realidades e necessidades dos estudantes e até mesmo de determinações estaduais e federais.

Segundo a coordenadora de ensino da educação especial, Maria Isabel de Araújo, as alterações possibilitarão retornar atendimentos que estão desativados, mas são importantes para o pleno desenvolvimento dos alunos. “É importante dizer que todos os alunos continuarão sendo atendidos no campus. O que nós estamos implantando é algo para conferir mais qualidade, com serviços totalmente em conformidade com o Plano de Desenvolvimento Individual, em conformidade com a legislação federal. Isso permitirá ações ainda mais especializadas”, disse.

Campus é uma das prioridades da administração municipal

O pleno funcionamento do Campus Municipal de Atendimento à Pessoa com Deficiência é considerado essencial para o governo municipal. Os profissionais que atuam no local desenvolvem um trabalho multidisciplinar, que engloba o desenvolvimento motor, psicológico e educacional com o objetivo de trabalhar a socialização, potencializar as áreas funcionais e melhorar a qualidade de vida dos usuários. Os atendimentos oferecidos podem ser individuais ou coletivos, dependendo da necessidade de cada aluno. Durante as sessões são realizadas atividades relativas à fisioterapia, arteterapia, equoterapia e oficinas de psicomotricidade.

O local conta com 41 mil metros quadrados e uma infraestrutura com salas de atendimento, quiosque, banheiros, refeitório, espaço para montaria e piscina coberta, semi-aquecida e adaptada. Para ser atendido no campus é necessário que a criança ou o jovem seja avaliado por uma equipe multiprofissional, que indicará qual atendimento é adequado ao caso.

Serviço:

Campus Municipal de Atendimento à Pessoa com Deficiência

A instituição trabalha o desenvolvimento cognitivo e a reabilitação motora por meio de atividades físicas e do cotidiano, equoterapia, psicomotricidade, estimulação sensorial, estimulação sensorial (tátil, visual, auditiva, gustativa), oficinas pedagógicas, de arte e de pais e filhos, projetos de socialização (brincadeiras, filmes, convivência) e método teach (baseado no atendimento autista).

Fica na rua Maria Salvino de Carvalho, 300, bairro Morada da Colina

Telefone: 3219.3021

 

Texto: Secom PMU

Notícias relacionadas