Cidade Expresso Foco

Emei do bairro Cruzeiro do Sul realiza atividades sensoriais com os alunos

Cerca de 130 crianças participam das atividades

Foto: Divulgação

O cenário é o de uma casa de boneca: quarto, sala e cozinha, com telhado baixo e móveis adaptados para as crianças. Além dos cômodos típicos de um imóvel de verdade, o espaço lúdico ainda conta com decoração, cortinas, fogão de brinquedo e até uma pia com água encanada. É neste lugar que os professores e pedagogos da Escola Municipal de Ensino Infantil (Emei) do Bairro Cruzeiro do Sul desenvolvem projetos voltados para a formação de 133 crianças atendidas na unidade.

Porém, a casinha nem sempre foi assim. Nos últimos anos, por conta do telhado quebrado, as paredes foram afetadas por infiltrações e o cheiro de mofo era forte. No começo de 2017, os servidores arregaçaram as mangas e resolveram reformar o local. “Com a ajuda de todos, conseguimos transformar esse espaço que estava sem uso. Hoje, é mais uma ferramenta pedagógica”, conta a diretora da escola, Mairisa de Sousa Rezende.

Recanto Sensorial

Voltado para crianças do G1, o projeto ‘Recanto Sensorial’ é realizado com materiais que simulam sons, estimulam o tato e visão dos pequenos. Elementos que instigam o olfato e o paladar das crianças também fazem parte da atividade que acontece ali mesmo, dentro da casinha de bonecas. As bonecas dão lugar a um ambiente humanizado e multissensorial, que promove o desenvolvimento integral dos alunos.

Trabalhando de forma interdisciplinar, estimula a exploração do meio à volta das crianças, possibilita a compreensão e identificação de sons e objetos, além de apresentar diversas culturas desconhecidas pelos pequenos.

‘Era uma vez…’

Voltado aos alunos do G2, o projeto consiste em desenvolver ações de incentivo à leitura. Toda semana, dois alunos de cada turno levam uma sacola personalizada para casa, contendo um livro de histórias. Nos próximos dois dias, os responsáveis pelos estudantes deverão contar o conteúdo do livro para que a criança faça um desenho do que foi retratado. Ao final da data estipulada, o pequeno retorna com a sacola para a escola, onde – sob orientação do professor – acontecerá a dramatização da historinha na casa de bonecas.

Com isso, o incentivo a leitura é trabalhado e contribui com o conhecimento de contos diferentes, desenvolvendo a linguagem oral, escrita e visual, além de despertar a imaginação dos meninos e meninas.

Foto: Divulgação

Repensando o tempo, experiências, sensações e vivências na infância

Planejado para atender as crianças e os servidores da escola, o projeto foi criado para utilizar a casinha de bonecas como um local de contação de histórias e atividades lúdicas, levando experiências diferentes para dentro da escola. Além de criar um espaço para meditação, músicas relaxantes e outras atividades que ajudam a acalmar os pequenos.

Seu objetivo é relaxar, reduzir a ansiedade, desacelerar a mente, melhorar concentração, criar o hábito de aquietar, contemplar e ouvir. Com isso, há uma contribuição significativa para a melhoria da qualidade de vida das crianças e dos educadores a curto e longo prazo.

Quer conhecer os projetos?

A Escola Municipal de Ensino Infantil (Emei) do Bairro Cruzeiro do Sul fica na rua Lourdes B. Garcia, nº80

 

Texto: Secom PMU

Notícias relacionadas