Cidade Destaque Expresso

Em meio à crise política, alunos de escola pública se reúnem para discutir sobre cidadania

Foto: Divulgação

A partir deste sábado (19), cerca de 25 jovens da periferia de Uberlândia participam de encontros periódicos na Escola Estadual Professor Inácio Castilho para discutir, refletir e aprender mais sobre Direitos Humanos, do Consumidor, Trabalhistas e Civis.

As atividades serão desenvolvidas pelo mandato do Vereador Adriano Zago, em parceria com o escritório Albernaz Advocacia e, também, com a Missão Escola da Vida, instituição que há quase dez anos se faz presente na vida educacional de centenas de jovens da região.

Essa ação faz parte do Projeto Jovem e Cidadania, que já está em sua segunda edição. Zago, idealizador da ação, acredita ser necessário despertar urgentemente o senso crítico nessa nova geração. “A população precisa se empoderar e perceber que a solução para estas mazelas que nos assolam está em nós, o povo brasileiro, e sobretudo na forma de como participamos da construção cotidiana deste país”, disse.

As temáticas que serão trabalhadas vão de encontro aos direitos fundamentais que toda pessoa deve saber para que não seja lesado perante uma eventual injustiça, seja por parte do Estado, de uma empresa privada, ou ainda de um semelhante. Com isso, os realizadores desses encontros acreditam contribuir para a formação de cidadãos e, consequentemente, eleitores e/ou candidatos mais conscientes.

Primeira edição

A primeira edição do Projeto Jovem e Cidadania aconteceu no segundo semestre de 2015 e contou com a participação de mais de 30 alunos de várias escolas públicas. Sua realização foi nas dependências da Universidade Federal de Uberlândia e contou com o apoio de seus professores para ministrar as oficinas. Ao final, os estudantes participaram de uma cerimônia de “formatura” no plenário da Câmara.

 

Texto: Ascom Adriano Zago

Notícias relacionadas