Comportamento Destaque Expresso

Como ser Pais nos dias de hoje?

Foto: Divulgação

Ser pai ou mãe sempre preocupou muitos casais, ainda mais quando os filhos atingem a idade de falar, andar. Pois, atualmente, as crianças são mais conhecidas como autossuficientes. Elas parecem já saber o que querem e tentam mandar na casa toda.

Esta é uma preocupação frequente dos pais: como lidar com essas crianças que já sabem tanto delas, dos outros e de tudo em volta? O Leonardo é um exemplo, ele é coach e pai do Miguel, que tem seis anos. Quando o filho estava com aproximadamente dois anos, Leonardo começou a perceber algumas atitudes vindas de si que não eram positivas para o filho, e viu que eram as mesmas que os pais dele faziam com ele.

Por essa razão, começou a estudar e criou um blog sobre a relação entre pais e filhos, para tentar melhorar a relação com o filho Miguel. “Eu comecei a estudar sobre a paternidade desde a data em que soube da chegada do Miguel, meu filho. Ser pai sempre foi um sonho e queria realizá-lo dando o melhor de mim para o meu filho. E aos passar dos anos na minha relação como Pai, senti que determinadas atitudes que tomava com meu filho não eram as mesmas no trabalho ou com outras pessoas, que sempre buscava um caminho de maior entendimento da situação e trabalhava sobre o fato, e não sobre a pessoa. E com o Miguel eu fazia diferente, que havia sido a forma como tinha aprendido com meus pais e até vendo outros pais”, detalhou o coach.

A partir da criação do blog, ele percebeu que muitos amigos estavam com os mesmos problemas e dúvidas sobre a paternidade. E com isso Leonardo viu uma possibilidade de ajudar outros pais com o conhecimento que já tinha adquirido. “Quando comecei a conversar com alguns amigos pude perceber que eles tinham atitudes com os filhos que sabiam que não era aquela que eles gostariam, mas não sabiam fazer de outro jeito, porque tinham aprendido assim. Então, a partir de um processo intenso de autoconhecimento, fui fazendo diversas outras formações que me trouxeram ainda mais conhecimento para trabalhar com Pais e Mães. Realizei uma formação em Coaching, Kid Coaching, Programação Neurolinguística (PNL) e agora a Constelação Estrutural, para que pudesse desenvolver outras técnicas e ferramentas que pudessem facilitar a vida de outros Pais na relação com os filhos”, contou.

Luísa Medeiros é empresária e mãe de uma menina de cinco anos. Ela conta que tinha muitos problemas na comunicação em casa, que a filha não a escutava e por isso perdia a paciência e eram brigas atrás de brigas. Até que a mãe conheceu o blog do Leonardo. “O blog me fez enxergar onde estava o erro: em mim. Todas as vezes que eu gritava, eu gerava medo na minha filha. Eu impunha as minhas vontades e nunca perguntava a ela a opinião e a vontade dela”, relatou.

De acordo com o coach, esse é um dos problemas mais comuns que os pais lhe relatam. “Nas sessões de Coaching, nos Treinamentos e por meio do Blog, que chegam mensagens diariamente, os temas mais tratados são: a comunicação (‘Falo com meu filho, mas ele não me ouve’), a birra, o castigo e a falta de limites. Os pais num primeiro momento identificam comportamentos dos filhos que querem mudar e não percebem como a mudança precisa ocorrer primeiro neles. Que em muitos casos os filhos estão copiando um ‘defeito’ que é nosso e que escondemos tão bem que nem percebemos”, conta Leonardo.

A empresária fala que depois de ler os textos do blog e fazer as sessões de coaching, a relação com filha é totalmente diferente, e conseguiu enxergar o que estava fazendo de errado. “Hoje, depois da ajuda do Leonardo, a nossa relação com nossa filha melhorou muito. Antes, por exemplo, quando minha filha pedia algo e eu percebia que não era o momento para aquilo, de longe eu já gritava que ‘NÃO’. Hoje, quando isso acontece, eu chamo ela para perto (sem grito) e converso no tom correto, olho no olho, usando uma linguagem que ela entenda. Passei a entender que tenho que respeitar alguns momentos dela”, relatou, emocionada.

O Blog DePaipraPais é só um exemplo de que ser pai ou mãe pode ser a melhor coisa que já aconteceu a um casal, que um filho pode ser um companheiro. A relação entre pais e filhos deve ser de amor e união, por mais que tenham momentos difíceis; contudo, cabe aos pais transformar essa relação.

Texto: Lorena Carrijo

Leonardo Veloso
Especialista na relação entre Pais e Filhos
Autor do blog www.depaiprapais.com.br

Notícias relacionadas