Cultura Destaque Expresso

Sesc apresenta 14º Encontro de Violeiros de Uberlândia

Foto: Divulgação Sesc

O Sesc, integrado ao Sistema Fecomércio MG, Sesc e Senac anuncia mais uma atração cultural de peso para a região do Triângulo Mineiro. Desta vez, é o 14º Encontro de Violeiros de Uberlândia. A apresentação será em 27 de agosto, a partir das 19h, no Teatro Municipal de Uberlândia (av. Rondon Pacheco, 7.070, Tibery).

A entrada será mediante doação de dois litros de leite longa vida, destinados ao Programa Mesa Brasil Sesc. A troca dos ingressos deve ser no Sesc Uberlândia (rua Benjamim Constant, 844, Aparecida) entre os dias 24 a 26 de agosto.

No palco, vários artistas da música caipira se reunirão para resgatar e presentear o público com o melhor da cultura violeira. Entre as atrações estão a Orquestra Sesc de Viola, Zé Mulato e Cassiano, Tarcísio Manuvéi e Arnaldo Freitas.

AS ATRAÇÕES

A Orquestra Sesc de Viola é formada por alunos de música do Curso de Arte Cultura do Sesc Uberlândia. Surgiu em 2013 com a proposta de ser uma atividade de formação musical, que valoriza e fomenta a música caipira – forte manifestação cultural em Uberlândia. Participam jovens de 12 a 25 anos e, apesar do pouco tempo de atividade, já é uma referência local no ensino de viola e se apresentam em eventos de grande relevância, como o Encontro de Violeiros do Sesc e o Minas ao Luar. As apresentações musicais integram o processo pedagógico dos jovens da Orquestra Sesc de Viola.

Os irmãos Zé Mulato & Cassiano nasceram em Passabém, Minas Gerais, mas mudaram-se para Brasília, em 1969. O primeiro álbum da dupla foi gravado em 1978, intitulado Zé Mulato e Cassiano interpretam Zé Carreiro e Carreirinho, pela gravadora Xororó. Em maio de 1998 a dupla obteve o Prêmio Sharp na categoria melhor dupla regional pelo álbum Meu Céu. Em 2015, ganharam o 26º Prêmio da Música Brasileira na categoria melhor dupla regional.

Intérprete e produtor cultural, Tarcísio Manuvéi é conhecido por seu trabalho de difusão da cultura e viola caipira. Mineiro autodidata, aos 12 anos já tocava violão. Forte representante da cena musical brasileira, o artista apresenta-se na companhia do Viola de Nóis, grupo fundado por ele.

Arnaldo Freitas começou a tocar violão aos 8 anos e, aos 12, conheceu a viola. Influenciado tanto pela música caipira, quanto por outros estilos como choro, jazz e flamenco desenvolve de forma autodidata e deslumbrante um estilo próprio de tocar. Mudou-se para São Paulo em 2003, dando início à sua carreira profissional.

SOBRE O ENCONTRO DE VIOLEIROS

Há 14 anos, os amantes da viola já atraíram mais de 70 mil pessoas nas apresentações musicais e também nas oficinas, palestras e debates promovidos pelo projeto. Tudo com o objetivo de proporcionar um mergulho no universo caipira.

Já passaram pelo palco do Encontro de Violeiros grandes ícones da música de viola no Brasil. Entre eles Sérgio Reis, Renato Teixeira e Almir Sater.

SERVIÇO

Encontro de Violeiros em Uberlândia

Data: 27 de agosto

Horário: 19h
Local: Teatro Municipal (av. Rondon Pacheco, 7070, Tibery)

Entrada: mediante doação de 2 litros de leite longa vida para o Programa Mesa Brasil Sesc.

Atenção: A troca dos ingressos deve ser no Sesc Uberlândia (rua Benjamim Constant, 844, Aparecida) entre os dias 24 a 26 de agosto.

Texto: Sesc MG

Notícias relacionadas