Cultura Destaque Expresso

EMCANTAR apresenta novo espetáculo com entrada franca no domingo (27) em Uberlândia

Clássica fábula da Dona Baratinha ganha nova e divertida roupagem. Voltado para toda família, espetáculo acontecerá às 16h no Ponto dos Truões, como parte da programação do mês de aniversário da cidade.

Foto: Divulgação

As fábulas tiveram seus primeiros registros no século V a.C., no Oriente, mas estudiosos acreditam que elas tenham origem árabe, indiana ou persa, e que por serem narrativas passadas oralmente de geração em geração já eram conhecidas muito antes de seu registro.

Essas tradicionais narrativas eram recontadas e adaptadas como forma de ensinar os costumes e morais de um povo. De linguagem fácil e direta, a fábula tende a representar, por meio de animais, as dualidades da natureza humana, tais como: coragem e medo, rapidez e lentidão, generosidade e egoísmo, além de hábitos e padrões considerados como certos em determinada sociedade.

A clássica fábula da Dona Baratinha é uma estória bastante conhecida e cantada durante a infância. Em sua versão original, aborda a saga afetiva de uma barata que deseja se casar, reproduzindo assim a vida real da maioria das mulheres que são, culturalmente, educadas afetivamente para encontrar o par amoroso, e, a seguir, cuidar do marido, dos filhos e da casa.  Na fábula, a Dona Baratinha limpa a casa, se arruma e vai para a janela a procura de um bom pretendente, depois, é claro, de ter achado uma moedinha (um dote) e isso passar a ser um de seus predicados, o que desvela também uma das facetas que permeiam as relações sociais e afetivas, nas quais os bens materiais e a boa aparência tem sido pré-requisitos para efetivar um relacionamento. Durante a narrativa, vários pretendentes aparecem, mas eles não correspondem às expectativas e padrão desejado pela Dona Baratinha, até que surge o Senhor Ratão. Mas no dia do casamento, o querido noivo vai a óbito e Dona Baratinha fica viúva, o que a torna infeliz e fadada à espera de um novo casamento.

Mas, e se o Senhor Ratão tivesse sobrevivido a tragédia?? Será que Dona Baratinha teria sido feliz para sempre??

O espetáculo “A Nova Estória da Dona Baratinha” é uma adaptação da clássica fábula, sendo voltado para o público infantil e para a família. No palco, a tradicional estória ganha uma nova e divertida roupagem, que satiriza os padrões de sonho feminino propagados pela fábula (na qual a barata tem, como único sonho, o casamento).

Na nova estória, a Barata passa a duelar com o Narrador, que insiste em contar a fábula tradicional. A Barata é francesa, quer ser cantora, é muito divertida e independente. Das contradições entre a velha a nova história – entre a barata e o narrador – surgem situações inusitadas, músicas inesperadas, cenas bem-humoradas e interações com o público, que se envolve em riso com as extravagâncias da personagem.

O elenco do espetáculo é formado por três artistas do Grupo EMCANTAR: Ana Lopez, que além de atuar como protagonista, assina a adaptação, o roteiro e a direção do espetáculo; Viviane Rodrigues, que personifica o narrador; e o músico Carlos Júnior, o Maestro, que toca teclados, atuando, fazendo as bases musicais e cantando com as atrizes, dando ao espetáculo um forte traço musical.

 

Serviço:

Espetáculo ‘A Nova Estória da Dona Baratinha’

Quando: Domingo (27 de Agosto) às 16h

Onde: Ponto dos Truões – Av. Ana Godoy de Souza, 381 – Santa Mônica – Uberlândia

Entrada Franca / Classificação livre

Mais informações: 3513-7220

 

 

Notícias relacionadas