Destaque Expresso Segurança

Ministro da Justiça visita região e ouve demandas da Segurança Pública

Fotos: Valter de Paula / PMU

Nesta quinta-feira (24), o ministro da Justiça, Torquato Jardim, esteve em Uberlândia e Uberaba e ouviu demandas na área de Segurança Pública tanto dos prefeitos como das autoridades policiais. Ele falou em termos gerais sobre o Plano Nacional de Segurança, mas não apresentou aspectos e ações específicas do setor.

Entre as demandas apresentadas ao ministro, o comandante da 9ª Região da Polícia Militar, Coronel Cláudio Vitor, solicitou uma reforma na legislação. “A gente precisa mudar a nossa legislação que é antiquada, anacrônica com relação à proteção do criminoso. Quem tem que ser protegido é o cidadão, não é o marginal. Essa situação de prender e soltar ninguém aguenta mais”, afirmou.

O comandante ressaltou também que o aprimoramento da segurança pública passa basicamente pela integração dos sistemas de informações de todas as instituições. “Isso tem que ser feito no âmbito federal. Nosso modelo policial não atende mais. As instituições, muitas vezes, trabalham de forma antagônica, não conversam entre si. Temos uma situação única no mundo, em que uma polícia prende, a outra investiga. Isso enfraquece as duas instituições”.

Já a inspetora-chefe da PRF (Polícia Rodoviária Federal) em Uberlândia, Jane Santos, solicitou um aumento no efetivo para a região do Triângulo Mineiro com o objetivo de reduzir a quantidade de assaltos a veículos de cargas. “O ministro sinalizou positivamente para que a gente receba esse reforço. Estaremos fazendo agora o planejamento dessa operação, encaminhando para a sede para ser analisada”, disse.

Fotos: Valter de Paula / PMU

Para o prefeito Odelmo Leão, a visita foi uma oportunidade de aproveitar o momento para que as forças constituídas falassem com ministro, apresentando o resultado do trabalho desenvolvido em Uberlândia e as demandas locais.

Na coletiva de imprensa, Torquato Jardim disse que os contingenciamentos na Segurança Pública já foram feitos e que há limitação de orçamento. “O que temos de fazer para sermos mais eficientes em investir mais em tecnologia. O binômio do ministério da Justiça é tecnologia e integração. Integrar a área federal com os Estados e Municípios para que haja a maior comunhão possível de informação.”

Participaram da reunião fechada na Prefeitura de Uberlândia, representantes do Legislativo, da Justiça Federal e Estadual, do Ministério Público Federal e Estadual, das Polícias Federal, Rodoviária Federal, Militar, Civil, do Corpo de Bombeiros e do Exército.

Reunião com prefeitos em Uberaba

Na parte da manhã, o ministro da Justiça e Segurança Pública se reuniu também a portas fechadas na prefeitura de Uberaba com 27 prefeitos da região e autoridades ligadas ao setor.

O prefeito de Uberaba, Paulo Piau, destacou que foram colocados alguns pleitos da cidade e da região. “Colocamos a situação fática da preocupação com a criminalidade e a insegurança aqui no nosso município e na nossa região e, portanto, ele tomou o primeiro conhecimento para que a palestra dele pudesse ser direcionada, como foi no aspecto da integração entre União, Estados e municípios”, afirmou.

 

Texto: Leonardo Leal

Notícias relacionadas