Destaque Expresso Games

Vrummm, Vrummm! “F1 2017”

Foto: Divulgação

Confesso, sou daqueles que assiste praticamente a toda corrida do Mundial de Fórmula 1. Não só a corrida em si, como alguns treinos. E sei que tem uma galera que acompanha uma das categorias mais legais do automobilismo. Também sei que muita gente vai falar que, por não ter pilotos brasileiros em alto nível de competição, a categoria não traz mais interesse. Bingo! É aí que entra o novo jogo da saga da Codemasters, o “F1 2017”.

Jogos com essa temática sempre existiram. O mercado absorveu muito bem games abordando a categoria mais conhecida do automobilismo. Quem aqui não se lembra da saga “Super Mônaco GP”, da Sega, inclusive, em sua segunda versão, vindo com a lendária capa com assinatura de Ayrton Senna? E o inovador, já com a motorização gráfica em 3D, “Virtua Racing”, um dos mais famosos arcades de shopping dos anos 1990?

Mas de todos esses games, uma saga que realmente mudou toda a concepção de jogos arcades/simuladores de F1 foi a dos “Grand Prix”, da MicroProse. Foram quatro jogos, sendo o primeiro lançado em meados de 1992. Nenhum desses era licenciado pela FIA (Federação Internacional do Automóvel). Mas os fãs da série sempre atualizavam anualmente as pistas e seus respectivos carros do grid de largada através de MODs.

Convenhamos, o “GP4” é um clássico. E sim, com o sucesso da crítica especializada e dos seus entusiastas, a gigante Eletronic Arts abriu seus olhos. No ano de 2000 cria então o seu jogo, agora oficialmente licenciado, “F1 2000”, para as plataformas PC/Xbox/Playstation1 e GameCube.

Pulando já para o final da primeira década dos anos 2000, o gigante estúdio dos jogos Colin McRae DirT Rally, a Codemasters, resolve entrar nesse mundo do circo da F1. Desde 2009 a publisher vem produzindo anualmente o jogo oficialmente licenciado pela FIA.

Novidades 2017: mas então, quais são as novidades da série dos games para este ano? São muitas, na verdade. Além do modo carreira com os carros 2017, provavelmente a que mais tem atraído atenção é exatamente a possibilidade de correr com cerca de 12 carros clássicos! Entre eles, a famosa e lendária McLaren-Honda MP4/4 (1988) de ninguém menos que Ayrton Senna e Alain Prost. Esse V6 Turbo, com mais de 675HP, foi considerado por muitos entusiastas um dos melhores carros de Fórmula 1 da história.

Foto: Lendária Honda MP4/4

O game ainda garante outros carros como a Williams-Renault FW14B (1992), de Nigel Mansell e Riccardo Patrese, ou a Ferrari, quase invencível, chassi F2004 (2004), de Michael Schumacher e Rubens Barrichello.

Outra grande novidade é a facilidade com o volante. É ruim de roda? Não tem importância. Com as assistências de dirigibilidade ligadas, o game praticamente vira um arcade fácil e divertido de dirigir. Agora, se você gosta de velocidade e quer sentir um pouco do que é pilotar um Fórmula 1, é só desligar essas assistências. Eu mesmo só deixo o controle de tração. E se não possuir um volante, não tem problema, a publisher prometeu uma adaptação bem realista para o controle convencional.

“F1 2017” deve acompanhar uma tradição já consolidada pela Codemasters, de entregar belos gráficos, muito próximo da realidade de simulação. Além das novidades dos carros clássicos, é prometida uma diversão profunda no modo de carreira, multiplayer e, claro, nas ultrapassagens em pistas lendárias como Mônaco e Interlagos.

O jogo teve lançamento no Brasil para o dia 25 de agosto e vai atender às plataformas PS4/Xbox One/ PC-Windows/Steam.

 

Trailer de lançamento de F1 2017

 

Texto: Lucas Luz
Entusiasta de Games

Notícias relacionadas