Expresso Foco Moda

Moda minimalista

Foto: Arquivo Pessoal

Quem nunca escutou a velha frase: “o menos é mais” levanta o dedo. Essa frase não existe à toa e sim porque, ao contrário de montar produções muito elaboradas e correr o risco de exagerar ou errar, o melhor, sempre, é optar pelo simples e básico para, assim, conseguir um visual normal ou não ficar “brega”, como às vezes escutamos por aí.

Há um ano me interessei pela cultura minimalista da Dinamarca. Um país que prioriza o simples e o básico em tudo, desde moda até decoração. Quando estudei mais a fundo sobre esse universo, me encaixei nele, já que de um ano para cá eu optei por ter um estilo assim. Principalmente por querer mudar a forma de me vestir, optando por peças atemporais e versáteis e sair um pouco do modismo. Pessoas adeptas ao minimalismo não seguem tendências e, quando compram alguma peça ou acessório que está em alta, pensam primeiramente na durabilidade, ou seja, a compra precisa ser de algo de qualidade.

Foto: Divulgação

O fato é: vi, no “básico”, facilidade para unir meus gostos com conforto e estilo. Eu sei que sempre falo de conforto e estilo, mas é porque a junção das duas palavras define quem eu sou atualmente e a forma como gosto de me vestir.

E isso não significa que parece que estou todo dia usando a mesma roupa, porque, geralmente, quem é básico, parece que nem troca de roupa, né? Já os tons de cores são geralmente os mesmos em quase todas as peças do armário.

Mas você pode, sim, ter um visual minimalista sem ficar sem graça. Para isso, invista em uma paleta de cores neutras e que ornem entre si. O branco e o preto são curingas nesse estilo e te permitem criar looks monocromáticos e elegantes.

Foto: Divulgação

Outra dica é escolher peças com algum diferencial para fugir do óbvio. Por exemplo, o maxiblazer é uma peça que se encaixa perfeitamente nisso. Afinal, com ele você estará estilosa e básica na medida certa.

Ou você pode também investir em jeans rasgado, roupas com babados, pantacourt e blazers, mas sempre em cores neutras e sóbrias para facilitar as combinações.

Nos acessórios, nada de muita coisa. Peças pequenas e delicadas e, de preferência, opte por uma dessas peças, ou seja, nada de usar relógio, brinco, colar e pulseira juntos. Escolha um e se sinta satisfeita!

 

Texto: Marlla Palhares
Jornalista especialista em moda

Notícias relacionadas