Esportes Foco

1ª etapa da reforma na Praça de Esportes começou hoje (25)

Previsão é que escolinhas da Futel funcionem no local a partir de fevereiro

Foto: Comunicação/Futel

A Prefeitura de Uberlândia e a Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel), iniciaram hoje (25), a primeira etapa de obras de revitalização na Praça de Esportes Minas Gerais (antigo UTC). A previsão é que o serviço seja concluído ainda este ano para que as atividades das escolinhas (de natação, futsal, basquete, vôlei, handebol, lutas e ainda hidroginástica) comecem em fevereiro de 2018. Nesta fase, o trabalho será desenvolvido por equipes da Futel, Dmae, secretarias de Obras e Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanístico.

Primeira etapa

Na primeira etapa, será feita reforma geral do setor administrativo (diretoria, secretaria e portaria), sala de troféus e fachada. Na parte interna serão realizados serviços de poda e jardinagem, recuperação de brinquedos do parque infantil, revisão elétrica e hidráulica, correção de acessibilidade, higienização e correção na estrutura das piscinas, pintura geral em paredes e pisos, além da reabertura da sauna e bares (por meio de licitação). “Com todo este serviço feito ainda este ano, será possível iniciarmos as atividades com escolinhas e equipes de alto rendimento já no início de 2018. Preocupado com os alunos e atletas, o prefeito Odelmo Leão determinou que seja feita uma força-tarefa em conjunto com outras secretarias para acelerar a revitalização do espaço”, disse o diretor-geral da Futel, Silvio Soares dos Santos.

Revitalização dos ginásios

O diretor-geral explica ainda que durante a realização da primeira etapa de obras, estarão em andamento os processos licitatórios para a execução das reformas gerais nos ginásios Homero Santos, anexo e Dr. Eugênio. “Nesses três espaços serão feitos serviços de troca de piso, recuperação em telhados, melhorias no sistema de iluminação e ainda recuperação de banheiros e vestiários. Para a piscina olímpica, faremos a recuperação dos sete trocadores de calor”, contou.

Silvio Soares disse que a execução das obras nos ginásios e recuperação dos trocadores de calor não inviabiliza o funcionamento das escolinhas. “Os ginásios estarão fechados, mas temos duas quadras externas cobertas, pelo menos três salas para aulas de judô, karatê, muay-tai e outras lutas e as piscinas poderão ser usadas sem aquecimento, já que estaremos em pleno verão”, destacou.

 

Texto: Secom PMU

Notícias relacionadas