Destaque Estilo de Vida Expresso

As infrações da etiqueta profissional com o uso dos smartphones

Foto: Bruna Barcelos

Pensar em conectar-se a qualquer minuto com qualquer pessoa em qualquer lugar faz com que os indivíduos percam um pouco do bom senso, principalmente no ambiente profissional. Para quem quer ser uma pessoa elegante, vamos às dicas do bom uso do smartphone dentro do ambiente corporativo.

Reuniões: quando agendamos uma reunião ou fomos convocados para uma, sabemos que o momento será para tomar decisões, planejar algo, dar feedbacks, entre outros motivos. Sendo assim, o uso do aparelho de celular fica estritamente proibido. Por isso, desligue-o ou coloque-o no silencioso.

Visita a clientes: esse é um momento que exige muita atenção, pois você deve aproveitar seu tempo com o cliente, ouvindo-o, trocando ideias, etc. A regra é bem clara: silencioso ou desligado. Quando terminar a visita, retorne todas as ligações e mensagens que você recebeu nesse período.

Postagens: como estamos conectados 24h por dia, podem ocorrer deslizes no momento em que fazemos postagens pessoais. Lembrem-se: horário de trabalho é horário de trabalho e algumas imagens podem comprometer seu lado profissional.

Uso das contas: no Facebook você tem um perfil pessoal ou profissional? O correto é manter uma linha: se meu perfil é pessoal, devo adicionar pessoas do meu contato pessoal, ou seja, pessoas que não vão me julgar por eu estar bebendo um vinho em algum momento. Se optar pelo perfil profissional, a atenção é redobrada. Poste assuntos e fotos e adicione amigos relacionados com o seu interesse profissional. A regra é clara: não misture interesses, porque isso também pode prejudicar sua imagem profissional.

Nunca, jamais esqueça esta regra… em locais como sala de aula, cinema, velórios, eventos de qualquer espécie, almoços ou jantares de negócios e reuniões o celular deve estar desligado ou no silencioso.

O importante é saber que o mundo não vai acabar se você ficar algumas horas, minutos ou segundos sem consultar seu celular. Aliás, a elegância está justamente em saber qual o momento oportuno para usar seu aparelho e fazer com que ele seja um aliado, e não o vilão da sua imagem profissional.

 

Texto: Bruna Barcelos
Consultora comportamental
www.brunabarcelos.com.br

Notícias relacionadas