Destaque Expresso Games

Muita guitarra, som alto e claro: “Game XP 2017”

Sempre houve uma concepção de expansão da indústria dos games para locais onde nunca se imaginava.

Foto: Divulgação

Sempre houve uma concepção de expansão da indústria dos games para locais onde nunca se imaginava. Em estádios de futebol, arenas de basquete ou mesmo em parques de diversões. Mas em um festival de rock ’n’ roll é novidade. Principalmente por se tratar da “Disneylândia” dos roqueiros, o Rock in Rio. E essa foi a nova feira Game Experience, ou apenas: “Game XP”.

Esse grande evento destinado aos gamers foi organizado pelo próprio Rock in Rio em conjunto com a CCXP (Comic Con Experience), com o intuito de difundir ainda mais o mundo dos jogos. Foram dois grandes pavilhões do Parque Olímpico do Rio de Janeiro (Arenas Carioca 2 e 3), além de uma imponente área externa com diversas atrações. Inclusive, logo após a entrada do festival, já se via uma gigante estrutura convidativa para o evento gamer.

Na parte externa da feira, foram montadas plataformas de jogos, em tamanho real, em que o gamer podia se sentir dentro de um jogo. A Ubisoft levou o “Assassin´s Creed Origins” mais perto do seu público. Outras publishers fizeram uma experiência bem legal, como a Nintendo, com um circuito no mundo do primeiro “Super Mario Bros”; e a Microsoft, que fez um estande destinado ao novíssimo “Forza Motorsport 7” – e também era possível derrubar alguns passarinhos nas estruturas de Angry Birds.

Já dentro das arenas do Parque Olímpico, encontravam-se diversas grandes marcas e eventos para os gamers aficionados. A Sony levou um estande com todas as novidades atuais, incluindo um gameplay exclusivo de Knack2, o novíssimo PES2018 e o ainda o esperado “Gran Turismo Sport”, além de experiências em realidade virtual do headset da empresa, Playstation VR.

Um dos estandes mais concorridos, ainda dentro das arenas, era o do exclusivo lançamento, “Injustice 2”. Era possível jogar alguns gameplays do jogo sensação da Warner Bros.  e ainda medir força com seus super-heróis favoritos em um brinquedo bem legal.

Houve também diversas atrações ao vivo, como festival de cosplay mais fidedigno e campeonatos especiais de “League of Legends”, além de altas disputas no simulador de futebol PES2018. Detalhe: alguns sendo transmitidos no maior telão de games já visto no mundo, com mais de 75m de comprimento e 25m de altura. Esse display foi instalado na Oi Game Arena e teve muita pancadaria in live, do game mobile “Crash Royale” e do lendário “Counter Strike”. E, claro, para os nostálgicos, na Gamezone, era possível se deliciar com diversas máquinas de Pinball. Nostalgia pura!

 

Telão na Oi Game Arena / Foto: The Enemy

Roberto Medina, o poderoso “boss” da organização do Rock in Rio, em uma entrevista recente, disse que planeja um novo festival, que seria um caldeamento de música, games e diversão. Esse festival foi denominado “Zytrons”, um extraterrestre (Akiiva) que a cada dois anos viria à Terra em busca de um mundo melhor. Com palcos temáticos e uma pegada do “Tomorrowland”, “Zytrons” irá mesclar música eletrônica, comic-con, games e diversão em geral. Está previsto para acontecer já no próximo ano e foi confirmada mais uma edição da “Game XP” nesse novo festival.

É muito legal ver a preocupação na massificação dos produtos da indústria de games, ainda mais em um país no qual a carga tributária atribuída a jogos é extremamente alta. A tendência é de expansão, principalmente para uma faixa social com menos acesso. Junto a isso, um clima de um festival do tamanho do Rock in Rio, ao lado de bandas como Aerosmith, Guns N´ Roses, The Who, Maroon 5 etc. Que venham “Zytrons” e a “Game XP 2018”!

 

Texto: Lucas Luz

 

Notícias relacionadas