Destaque Expresso Política

Vereador diz que vai recorrer de decisão do TSE que determina pagamento de multa

O vereador Wilson Pinheiro disse que irá recorrer da decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que o determinou a pagar multa de R$ 5 mil por propaganda eleitoral negativa em rede social contra o ex-prefeito Gilmar Machado, à época candidato à reeleição (link da matéria anterior). Pinheiro afirmou que a decisão foi monocrática. Ainda na esfera do Legislativo, o JORNAL de Uberlândia ouviu o vereador Silésio Miranda. Ele ressaltou que a justiça o penalizou de acordo com a infração. Confira abaixo os depoimentos dos edis.

Vereador Wilson Pinheiro

Foto: Denilton Guimarâes /CMU

“Vou recorrer, a decisão foi monocrática. Eu não fiz mais que a obrigação. Eu estava tentando suspender uma licitação que estava feita de maneira errada, dois dias depois o MP mandou suspender a licitação do hospital municipal. Então, fiz na defesa dos interesses da população de Uberlândia. Não ofendi ninguém pessoalmente, não usei de anonimato, falei com a minha cara e postei na minha página de vereador. Faria tudo de novo. Não afino, estou tranquilo e cumprindo o meu papel”.

 

 

Vereador Silésio Miranda

Foto: Aline Rezende

“A Justiça já demonstrou o que contextualiza esse fato. Ela contextualizou que ele estava errado, tanto é que o penalizou a pagar uma taxa. Infelizmente várias outras vezes foram usadas desse artifício de calúnia, difamação. Isso é sempre usado contra alguns políticos. Essa multa não reflete a perda que muitas vezes, a gente tem com este tipo de situação. Acho que é uma pena branda, mas não há nada a questionar.”

 

Texto: Leonardo Leal

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta