Destaque Expresso Moda

Vestido de casamento de Marina Ruy Barbosa prova que menos é mais

A escolha da atriz nos traz um tema do qual eu sempre falo, que é: menos é mais!

Foto: Arquivo Pessoal

No começo deste mês, a atriz Marina Ruy Barbosa se casou com o piloto Xandinho Negrão, em uma cerimônia em Campinas, interior de São Paulo. Vários detalhes do casamento chamaram atenção nas redes sociais, mas, o principal ficou por conta do vestido escolhido pela atriz. Marina usou um modelo assinado pela grife italiana Dolce & Gabbana, feito exclusivamente para ela.

Acredito que a maioria das pessoas esperava ver a atriz em um vestido trabalhado em muito brilho, rendas e glamour, porém, ela surgiu na união com um vestido estilo princesa, mas sem extravagâncias. O modelo era tomara que caia, com barbatanas (corset), saia em tule e mantilha. Não tem como negar, ela estava linda, sofisticada e, o melhor de tudo, sem exageros.

Foto: Divulgação

A escolha da atriz nos traz um tema do qual eu sempre falo, que é: menos é mais! Mesmo ostentando um look de alta costura e de uma marca mundialmente conhecida, ela optou por um visual neutro, clean e ao mesmo tempo sofisticado. Marina gosta tanto do estilo “menos” e versátil que, mesmo no cabelo e na make, ela optou pela neutralidade – e mesmo assim não deixou de parecer uma princesa.

A lição que tiramos da escolha da atriz é que é possível, sim, ficar deslumbrante sem exagerar na roupa ou nos acessórios. O exagero não garante a beleza do visual, assim como o simples não é prova de mau gosto ou falta de personalidade. Pelo contrário, saber fazer o “menos” passar de um visual apagado para um look deslumbrante dá mais trabalho que montar um look excêntrico.

Foto: Divulgação

A grande questão é saber mesclar os dois extremos, sem perder o equilíbrio. Marina foi extravagante na escolha da marca de seu vestido, mas isso não significou que ela vestiria algo exagerado apenas pelo fato de ser quem ela é ou pela marca que assinou sua roupa. Mesmo trajando um Dolce & Gabbana, ela foi simples na escolha do modelo. Para mim, a ideia do look dela foi baseada em uma princesa moderna, que não precisa de brilhos ou coroas para chamar atenção. E Marina inclusive optou por flores no cabelo no lugar de coroa.

E as princesas de antigamente eram conhecidas pelos exageros nas vestimentas, principalmente em ocasiões de gala.

 

Texto: Marlla Palhares
Jornalista especialista em moda

Notícias relacionadas