Expresso Regional Uberaba

Ginastas de Uberaba estão entre as melhores do mundo

O 4º lugar no Panamericano de Ginástica Acrobática mostra a importância do esporte como ferramenta pedagógica

Foto: Neto Talmeli

A rotina das ginastas Julia Martins, (Escola Municipal Uberaba), Ana Karoline Almeida (Escola Municipal Arthur de Melo) e Marina Beatriz Alves (Escola Estadual Irmão Afonso), que treinavam no contraturno das aulas regulares, no Cemea Boa Vista, valeu a pena. Ontem, em Daytona, nos EUA, elas disputaram a final do Panamericano de Ginástica Acrobática, no qual conseguiram o 4º lugar, representando muito bem Uberaba e a educação municipal, que insere o esporte na escola como ferramenta pedagógica.

O professor e treinador Raphael Felipe Mendes afirma que apesar de não trazer medalha para casa, a equipe está satisfeita, pois alcançaram o objetivo de chegar à final como um dos melhores trios da Categoria Infantil no mundo. “Competimos com Estados Unidos e Canadá, que ganharam os primeiros lugares e contam com uma estrutura bem diferente da nossa realidade para os treinos. Elas são alunas de escolas públicas e o resultado mostra o trabalho sério que fazemos, ao competir de igual para igual, chegando ao nível técnico de grandes potências da área”, conta.

Foto: Neto Talmeli

Nilda Cristina Carvalho, Diretora de Assuntos Esportivos Educacionais, acentua que a vitória é da educação e do esporte brasileiro, mineiro e uberabense. “Nos destacamos no mundo com um trabalho realizado em Uberaba. Isso representa aonde podemos chegar com o esporte e a educação, engajados em um mesmo propósito”, diz.

A equipe faz parte de uma parceria entre a Associação de Ginástica Acrobática de Uberaba com a Secretaria Municipal de Educação, e foi aos EUA com patrocínio de empresas de Uberaba. A secretária Silvana Elias evidencia o investimento do prefeito Paulo Piau nas oficinas e aulas de Jornada Ampliada e Tempo Integral, onde o esporte e a cultura são os protagonistas.

 

Texto: Secom Uberaba

Notícias relacionadas