Cultura Expresso Foco

Secretaria de Cultura promove encontro pela preservação dos projetos em Uberlândia

Reunião mobilizou diversos representantes de espaços públicos culturais do município

Foto: Marco Crepaldi – Secom/PMU

Nesta segunda-feira (24), a Secretaria Municipal de Cultura recebeu diversos representantes dos espaços públicos culturais de Uberlândia. O motivo foi a reunião de trabalho da guarda de documentação dos locais, com objetivo de garantir ainda mais valorização e transparência das atividades realizadas pela pasta. Uma forma de ampliar a geração de informações para historiadores, geógrafos, pesquisadores e outros interessados pela história do município.

De acordo com a secretária de Cultura, Mônica Debs, o encontro é um dos compromissos para estabelecer a organização documental dos projetos realizados. “Reunimos para relembrar o cumprimento da tabela de temporalidade e sanar as dificuldades que podem ser encontradas. O objetivo é que o destino final de toda a documentação dos quatro anos de trabalho seja o Arquivo Público Municipal, que faz a guarda e a proteção desses documentos. Afinal, em qualquer secretaria, quem é responsável pela separação e pela memória desse local é a unidade que produz o documento”, ressaltou.

Valorização da história local

As documentações envolvem desde materiais de inscrições, fotografias, avaliações, processos, entre outras informações. Toda a documentação é produzida nas unidades da secretaria de Cultura e enviada para o Arquivo Público Municipal, sendo repassada para um equipamento próprio para o recebimento. Ainda segundo a secretária, a iniciativa vai além da criação de um banco de dados.

“Serve para que várias pessoas possam consultar, desde historiadores, geógrafos, pesquisadores ou interessados de alguma forma. Cada espaço do poder público é uma parcela da história de Uberlândia. A transparência é fundamental, mas não menos importante é a guarda e preservação da nossa memória. Qual o destino de um povo que não guarda suas raízes? O Arquivo Público Municipal é uma mina de ouro para os historiadores”, completou.

Entre os diversos integrantes da iniciativa no segmento da cultura, destaque para os representantes da Biblioteca Municipal, Oficina Cultural, Teatro Rondon Pacheco, Teatro Municipal de Uberlândia, Banda Municipal, Museu Municipal, Espaço Cultural do Mercado Municipal, CEU (Centro de Artes e Esportes Unificado), Departamentos Jurídico, Financeiro, Pessoal, de Projetos, e do PMIC (Programa Municipal de Incentivo à Cultura).

 

Texto: Secom PMU

 

Notícias relacionadas