Comportamento Destaque Expresso

Autoconhecimento: o que eu posso ganhar com isso?

No texto anterior introduzimos o termo autoconhecimento como forma de iniciar os assuntos que iremos discutir nas próximas semanas.

Foto: Divulgação

Citamos alguns casos de autores que estão falando sobre o assunto e como este conceito está sendo discutido nos dias de hoje.

E como podemos ganhar com o autoconhecimento? Será mais um modismo ou expressão criada para vender livros, entrevistas e artigos de jornal? E por que estamos falando sobre isso agora?

Enfim, o autoconhecimento vem sendo estudado pelas principais universidades do mundo há alguns anos e com o avanço da tecnologia o estudo do cérebro humano foi se tornando cada vez mais aprimorado.

Nos estudos relacionados à neurociência e à neurolinguística foram apresentados resultados surpreendentes ao longo dos últimos anos e assim a sua aplicação no nosso cotidiano foi sendo difundida. É natural e histórico que a cada época surjam novos conhecimentos acerca dos seres humanos, em específico em relação ao comportamento humano.

Tudo bem, eu quero me conhecer melhor – e o que vou ganhar com isso?

Elencamos abaixo quatro áreas da sua vida que serão diretamente impactadas de acordo com o seu processo de autoconhecimento. São elas:

  • Profissional: a pessoa se torna mais consciente das suas atitudes e começa a evitar: procrastinação, preguiça e desmotivação. Conhecendo-se melhor, sabe das suas competências e consegue demonstrar melhor para seu chefe.
  • Pessoal: o amor-próprio é uma das primeiras e principais características, aumentando a autoestima e a capacidade de amar as outras pessoas. Começa a não aceitar nada mais que o melhor para si mesmo, buscando um relacionamento com outra pessoa que também o faça crescer como ser humano.
  • Saúde: é a primeira consequência direta dos dois itens acima. Tornando-se um melhor profissional, diminui a angústia e a ansiedade, com isso a vontade de beber, fumar e realizar programas diários que não causam bem à saúde. A prática de esporte e a melhoria dos hábitos alimentares são o próximo passo.
  • Pais e Mães: aqueles que são pais e mães começam a entender melhor os seus filhos, buscando compreender o que eles são: crianças. Desenvolvem um sentimento de união que a criança percebe logo nos primeiros dias. Assim, podem perceber e moldar comportamentos positivos nos seus filhos hoje e no futuro.

A vida está em constante movimento e as situações cotidianas vão providenciar casos suficientes para que cada um de nós possa entender e desenvolver da melhor forma possível os seus comportamentos.

Basta querermos mais.

 

Texto: Leonardo Veloso
Coach, KidCoach, Advanced PNL
Autor do Blog: www.depaiprapais.com.br

Notícias relacionadas