Cidade Expresso Foco

Estudantes descrevem suas expectativas para o futuro

Ação integra atividades do seminário Cidadãos do Amanhã e do programa Justiça na Escola

Foto: Marco Crepaldi – Secom/PMU

Estudantes de 21 escolas de Uberlândia estão participando de um concurso de redações e os textos com foco em suas expectativas para o futuro. A proposta dos organizadores é estimular a leitura e a escrita para a promoção da educação e de uma sociedade mais justa. Os alunos vencedores receberão prêmios e participarão da segunda edição do seminário Cidadãos do Amanhã, que acontecerá em Uberlândia entre os dias 7 e 9 de novembro. O concurso e o seminário fazem parte do programa Justiça na Escola, que promove eventos em unidades escolares para conscientizar a população sobre seus direitos e deveres.

A produção das redações teve a participação de estudantes do 7º, 8º e 9º anos do ensino fundamental e do 1º, 2º e 3º anos do ensino médio. O tipo de texto exigido foi o dissertativo, com no mínimo 20 e no máximo 30 linhas, em folha específica para a atividade. Agora, a próxima etapa será feita por uma comissão montada em cada unidade escolar, responsável por selecionar os dois melhores textos de cada ano escolar e encaminhar ao Centro Municipal de Estudos e Projetos Educacionais Julieta Diniz (Cemepe) para correções e julgamentos. Nas avaliações serão considerados os itens fidelidade ao tema, originalidade e correção gramatical.

Foto: Marco Crepaldi – Secom/PMU

A estudante Kellen Aparecida Lopo de Sousa, de 15 anos, elogiou a iniciativa. “É como dizem os professores, o estudo nos traz conhecimentos que ninguém nos tira e nos ajuda a sermos o que planejamos”, disse a aluna do 9º ano que sonha em ser atriz e modelo. Ela estuda na Escola Municipal Doutor Joel Cupertino Rodrigues, no bairro Dom Almir.

Para a diretora da Joel Cupertino, Elaine Oliveira Silva, o concurso é algo positivo também devido os temas, que abordam assuntos do dia a dia dos cidadãos. Antes das produções, os alunos foram conscientizados sobre os assuntos. “Os adolescentes têm muitas dúvidas quanto aos seus direitos e deveres e este tipo de atividade ajuda a esclarecer”, disse.

Justiça na Escola

O concurso e o seminário Cidadãos do Amanhã fazem parte das atividades do “Justiça na Escola”, um projeto que aproxima o Judiciário, as instituições de ensino e a comunidade dos bairros para combater e prevenir problemas que afetam principalmente crianças e adolescentes. Durante reuniões abertas ao público em geral são abordados assuntos como Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), atos infracionais, crimes cibernéticos, indisciplina escolar, violência doméstica e combate às drogas.

Realizadores

A realização do concurso e do seminário Cidadãos do Amanhã é da Prefeitura de Uberlândia, Ministério Público de Minas Gerais, Polícia Militar de Minas Gerais, Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes, Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Ministério Público do Trabalho, Superintendência Regional de Ensino de Uberlândia, Polícia Civil de Minas Gerais, Câmara Municipal de Uberlândia e Escola do Legislativo.

 

Escolas participantes

– Escola Municipal Doutor Gladsen Guerra de Rezende

– Escola Municipal Freitas Azevedo

– Escola Municipal Doutor Joel Cupertino Rodrigues

– Escola Municipal Odilon Custódio Pereira

– Escola Municipal Professora Olga Del Fávero

– Escola Municipal Professora Orlanda Nevez Strack

– Escola Municipal Professora Stella Saraiva Peano

– Escola Municipal Afrânio Rodrigues da Cunha

– Escola Municipal do Bairro Shopping Park

– Escola Municipal Hilda Leão Carneiro

– Escola Municipal Professor Jacy de Assis

– Escola Municipal Professor Mário Godoy

– Escola Estadual Cruzeiro do Sul

– Escola Estadual Professor Ederlindo Bernardes

– Escola Estadual João Resende

– Escola Estadual Lourdes de Carvalho

– Escola Estadual Joaquim Saraiva

– Escola Estadual Ângela Teixeira

– Escola Estadual 13 de Maio

– Escola Estadual do Centro Socioeducativo de Uberlândia

– Colégio Tiradentes

 

Texto: Secom PMU

Notícias relacionadas