Destaque Expresso Política

Câmara aprova projeto que garante teste de glicemia para recém-nascidos

Exame pode detectar o diabetes, doença silenciosa considerada um fator de risco para problemas cardiovasculares e que atinge 13 milhões de pessoas no Brasil 

Foto: Denilton Guimaraes

A Câmara Municipal de Uberlândia aprovou, nessa sexta-feira (17), projeto de lei, de autoria da vereadora Dra. Jussara Matsuda, que garante a realização do teste de glicemia capilar para recém-nascidos na rede pública municipal de saúde. Esse exame pode detectar o diabetes, uma doença silenciosa que atinge 13 milhões de pessoas no Brasil e 370 milhões no mundo e é considerada um fator de risco para problemas cardiovasculares.

Viabilizada após um veto do Executivo ser derrubado no plenário da Câmara, com 18 votos, a nova lei, que altera o Código Municipal de Saúde, determina que o teste de glicemia para recém-nascidos passe a fazer parte do protocolo clínico e das diretrizes terapêuticas na saúde pública municipal.

“Conseguimos, hoje, mais uma conquista para a saúde de Uberlândia e para nossa população. Esse teste pode ajudar a salvar vidas no futuro. É uma simples gotinha de sangue que tem grande importância para a saúde e para a vida das nossas crianças”, afirma Dra. Jussara, que é médica e presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal.

A vereadora também fez um alerta aos pais sobre a necessidade de realização desse exame pelos recém-nascidos. “A diabetes é a segunda doença mais comum na infância, perdendo apenas para a asma. Por isso, é fundamental que esse controle dos níveis de glicose seja feito o quanto antes. Estamos criando leis que garantam o direito à vida, à saúde das pessoas”, finaliza Dra. Jussara.

 

Texto: Redação

Notícias relacionadas