Cultura Expresso Foco

Misterioso caso da década de 40 é revivido em atração no Cineclube

Filme “A Dália Negra” será exibido neste sábado (25) na Oficina Cultural, com entrada franca

Foto: Divulgação

Dia 15 de janeiro de 1947. Uma mulher caminha com a sua pequena filha por uma rua de Los Angeles, nos Estados Unidos, quando encontra um corpo jogado num terreno baldio. Atônita e atordoada com a imagem, ela procura socorro na vizinhança e aciona a polícia. A vítima em questão era Elizabeth Short. Considerado um dos casos mais misteriosos da história norte-americana, o fato inspirou o filme “A Dália Negra”, que chega neste sábado (25), às 20h, ao Cineclube da Oficina Cultural. A atração é promovida pela Secretaria Municipal de Cultura.

A Dália Negra

Interpretada por Mia Kirshner, Elizabeth Short era uma jovem bonita e determinada a se tornar famosa, conhecida como a “Dália Negra”. Depois de seu corpo ser encontrado com sinais de tortura em um terreno baldio em Los Angeles, inicia-se uma longa jornada que mexe com o imaginário de todos, desde os corredores do poder até a podridão das ruas. A busca pelo assassino se transforma em uma das mais emblemáticas caçadas humanas de todos os tempos.

O filme

Juntos, detetives e ex-boxeadores Lee Blanchard (Aaron Eckhart) e Bucky Bleichert (Josh Hartnett) são encarregados de investigar o caso, porém nada ficará enterrado para sempre, e a obsessão com que os dois desenvolvem por ela poderá arruinar suas vidas. Com uma mistura de amor, corrupção, depravação e ganância em torno do assassinato brutal, o filme “A Dália Negra” foi lançado em 2006 sob direção de Brian de Palma, mesmo diretor de tramas premiadas como ‘Scarface’, ‘Os Intocáveis’ e ‘Missão Impossível’.

 

 

Prestigie!

Cineclube Cultura

Filme: “A Dália Negra” (2006)

Direção: Brian de Palma
Gênero: policial, drama, suspense
Quando: sábado (25), às 20h
Onde: Oficina Cultural de Uberlândia, praça Clarimundo Carneiro, 204, centro
Classificação indicativa: 18 anos

 

Texto: Secom PMU

Notícias relacionadas