Cidade Expresso Foco

Dmae adota medidas para minimizar transtornos causados pela chuva

Neste período, as solicitações de serviços de manutenção aumentam 60%

Foto: Comunicação DMAE

Água e Esgoto

Em função da intensa chuva das últimas horas em Uberlândia, a demanda pelos serviços de manutenção de água e esgoto aumentaram cerca de 60%. “Nesta terça-feira (6) amanhecemos com 74 solicitações de vazamento de água e 97 de esgoto, entre refluxo e escavação”, explica Renato Borges Goularte Júnior, gerente de abastecimento de água e esgotamento sanitário do Dmae. Quando acontece o retorno de esgoto na rua o problema é resolvido com o jateamento, que é a limpeza e desobstrução da rede através do caminhão que libera um hidrojato com alta pressão. “Se o refluxo for interno, o Dmae faz o desentupimento manual por meio de arame e, somente se o problema não for resolvido, é realizado a escavação”, conta o gerente.

O retorno do esgoto acontece, principalmente, pelo descarte irregular de resíduos que obstruem as tubulações. “Neste caso, o ramal e os poços de visitas se tornam a única saída para o esgoto acumulado, gerando o refluxo”, esclarece Renato Goulart. O gerente salienta que o consumidor com esse problema deve informar ao Dmae, através do número 115, para que uma equipe faça o desentupimento. Após esse trabalho, uma empresa terceirizada fica responsável pela desinfecção do local. “Estamos trabalhando com muito empenho para atender todas as solicitações o mais rápido possível”, revela.

 

Pluvial

Nesta manhã formou-se uma erosão na rua Adutora São Pedro, esquina com a rua Jataí, no bairro Nossa Senhora da Aparecida ocasionada pelo alto volume de água da chuva. “Muitas vezes ocorre o rompimento da rede por conta da quantidade de água e o asfalto cede”, explica Paulo Euclides diretor de Drenagem Pluvial do Dmae. Uma equipe esteve no local realizando o reparo. Além dos atendimentos emergenciais, a autarquia está auxiliando nos serviços de limpeza e desobstrução das bocas de lobo.

Coleta

A empresa responsável pela limpeza urbana, Limpebras, está com uma equipe de plantão para atender situações emergenciais no período noturno e nos fins de semana. “Em casos de alagamento, a quantidade de lixo acumulado nas vias aumenta bastante. Além de recolher essa sujeira a equipe tem o cuidado de não deixar que o lixo acumule próximo as bocas de lobo”, explica Adicionaldo dos Reis Cardoso, diretor de Gestão de Resíduos Sólidos do Dmae.

 

Texto: Secom PMU

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta