Destaque Expresso Sindicato Rural de Uberlândia

Seminário sobre descarte de resíduos capacita gratuitamente produtores

Ação foi realizada pela Prefeitura de Uberlândia, em parceria com Emater e Sindicato Rural

Foto: Valter de Paula – Secom PMU

Com um grande público presente, a Prefeitura de Uberlândia realizou, na tarde desta quarta-feira (6­), na sede do Sindicato Rural de Uberlândia, o seminário sobre resíduos rurais Gestão de dejetos gerados na propriedade: problema ou solução?.  O evento é fruto de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Agropecuária, Abastecimento e Distritos, o Sindicato e a Emater.

Na abertura do evento, a secretária municipal da pasta, Walkíria Naves, destacou a importância de parcerias entre o poder público e entidades em prol do ganho coletivo. “Temos trabalhado em parcerias assim, onde cada órgão dá o seu melhor, por meio de conhecimentos e pessoas, para conferir ainda mais condições ao produtor de Uberlândia”, explicou.

Foto: Valter de Paula – Secom PMU

A iniciativa serviu para explicar a quem atua no campo as novas possibilidades de utilização dos resíduos provocados pelas atividades agrícolas, em um reuso inteligente daquilo que seria descartado. Duas palestras gratuitas com reconhecidos especialistas foram realizadas.

A primeira delas, ministrada pela coordenadora regional da Emater, Suzana Kanadani, abordou sobre o saneamento rural e o tratamento adequado do esgoto, por meio das fossas sépticas. A segunda tratou do manejo de dejetos provenientes da pecuária, através da utilização de esterqueiras. O conteúdo foi exposto pelo agrônomo da Emater Osvaldo Pereira Marques.

No auditório, o olhar atento dos presentes demonstrava como o assunto era pertinente à realidade de cada um. Enísio Roberto Carneiro cultiva hortaliças há 30 anos. Ele viu a ação como algo proveitoso, capaz de ampliar seus conhecimentos sobre o tema. “É algo muito bom, porque, na nossa área, é a tecnologia que está mandando. Se a gente ficar parado, fica para trás. Isso aqui é uma forma de aprender algo mais e aperfeiçoar o jeito de produzir”, comentou.

 

Texto: Secom PMU

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta