Cultura Expresso Foco

Shows gratuitos agitam Teatro Municipal hoje (9)

Festival da Cultura Afro-Brasileira mistura atrações nacionais e regionais

Foto: Divulgação

Um evento gratuito tem tudo para tornar o sábado (9) inesquecível para os fãs da boa música nacional. Das 16 às 22h, a área externa do Teatro Municipal será contagiada pelo ritmo de cinco atrações de diferentes locais do país, no Festival da Cultura Afro-Brasileira. A proposta é celebrar, por meio da sonoridade, a cultura brasileira originada da matriz africana.

A iniciativa é uma realização da Secretaria Municipal de Cultura, pela atuação da Diretoria de Igualdade Racial (Diigual) e faz parte do Projeto de Valorização da Cultura Afro-Brasileira, cujo objetivo é difundir a diversidade cultural e reconhecer a importância da matriz africana na cultura nacional.

O festival marcará o encerramento das ações do projeto no ano, que percorreu vários espaços da cidade ao longo dos meses, propondo diversas ações para refletir sobre a importância de se buscar a igualdade e cidadania a todos os povos.          “Idealizamos o festival para valorizar o repertório e os artistas que atuam com ritmos de referência. É aberto a toda a comunidade e uma ótima opção para todas as faixas etárias”, explicou a diretora de igualdade racial do município, Pollyanna Fabrini.

Nos vemos lá!

O quê: Festival de Cultura Afro-Brasileira

Onde: Pátio do Teatro Municipal

Quando: Sábado (9), das 16 às 22h

Atrações:

16h – Babilak Bah

O artista de Belo Horizonte é reconhecido pelo diálogo de ritmos da cultura popular em fusão com linguagens contemporâneas da música eletrônica. Em sua ousada trajetória musical, destaca-se a orquestra “Enxadário”, um grupo que transforma a enxada em um instrumento de experimentação sonora e expressão simbólica.

17h – Terno Moçambique Estrela Guia

Um dos ternos mais tradicionais de Uberlândia, com reconhecimento nacional, vai dar brilho ao evento com suas apresentações que seguem a tradição do Congado. Os ritmos, cantos e sons específicos são algumas das marcas do grupo, conhecidos pelos trabalhos sociais e humanitários.

18h – Tom Nascimento

O instrumentista, cantor, intérprete e compositor Tom Nascimento apresentará ao público da cidade o seu novo show, denominado ‘Sois África’.  O talentoso artista de Belo Horizonte possui 18 anos de carreira e quatro turnês pela Europa (Alemanha, Áustria, Suíça e Itália). Também desenvolve palestras e oficinas de consciência étnica ao redor do país.

19h – Maíra Baldaia

Também atuante na capital mineira, a cantora, compositora e atriz Maíra Baldaia traz em sua obra influências da cultura afro e mineira. Formada em música e teatro, a artista apresenta uma grande versatilidade dentro do palco. Além do trabalho solo, a cantora também integra o grupo Tambor Mineiro, que mistura blues, jazz e MPB.

20h – Natãn Borges

O baiano Natã Borges vive em Uberlândia mostrando ao público da cidade seu trabalho que preza pela poesia em forma de música. Sua performance ‘resistência’ traz toda a riqueza da música brasileira, em canções autorais inspiradas em ícones como Elis Regina, Djavan e Elza Soares.

Entrada: Gratuita

 

Texto: Secom PMU

Notícias relacionadas