Cultura Expresso Foco

Escola Técnica de Saúde da UFU completa 45 anos

Centro formador de profissionais, Estes tem trajetória ligada ao Hospital das Clínicas e universidade

Escola Técnica de Saúde tem agora quatro décadas e meia de idade (Foto: Milton Santos)

Neste mês de dezembro a Escola Técnica de Saúde (Estes/UFU) completa 45 anos de existência. A data não passou batida e foi comemorada nesta semana por servidores e ex-servidores que contribuíram para a história da escola. A história da instituição é marcada por mudanças políticas, sociais e regionais do Triângulo Mineiro.

O ano é 1973. Já no final do período conhecido como “Milagre Econômico”, o general Emílio Garrastazu Médici governava o Brasil em um dos períodos considerados mais repressivos da ditadura. Uberlândia vivia sob o primeiro mandato do ex-prefeito Renato de Freitas. O Hospital das Clínicas de Uberlândia (HCU), importante marco para a região, era inaugurado três anos antes.

De acordo com a tese de doutorado (2009) de Beatriz Lemos Stutz, do Programa de Pós-Graduação em Educação (Faced/UFU), foi neste contexto e visando suprir a necessidade de profissionais para o hospital, que médicos ligados à Escola de Medicina e Cirurgia de Uberlândia, hoje Faculdade de Medicina da UFU, criaram a Escola Auxiliar de Enfermagem, posteriormente Escola Técnica de Enfermagem Carlos Chagas (ETECC). O nome homenageava o médico sanitarista brasileiro que descreveu pela primeira vez a Doença de Chagas, desde seu agente biológico até os sintomas manifestados nos pacientes.

Oito anos depois, em 1981, a escola passa a fazer parte da recém federalizada Universidade Federal de Uberlândia. Na década de 1980, se consolidou como centro formador na área da saúde, ganhando cursos técnicos relacionados à Odontologia. Apenas em 1991 passou a ser denominada Escola Técnica de Saúde (Estes) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Mais recentemente, em 2011 e 2012, a Estes passou a oferecer dois novos cursos: Técnico em Meio Ambiente e Técnico em Controle Ambiental.

No auge de sua meia idade, a escola abastece a região de profissionais da enfermagem e outras áreas da saúde. Nasceu, mudou, cresceu e se consolidou. As mais de duas quatro décadas são as primeiras de uma trajetória de contribuição com a saúde pública no contexto uberlandense e brasileiro.

 

Texto: Comunicação UFU

Notícias relacionadas