Cidade Expresso Foco

Obra publicada pela Edufu conquista segunda premiação nacional

Após o segundo lugar no Prêmio Jabuti, ‘A instrução pública nas vozes dos portadores de futuros (Brasil – séculos XIX e XX)’ vence sua categoria no Prêmio Abeu

Professores Décio Gatti e Carlos Monarcha exibem troféus recebidos no tradicional Prêmio Jabuti, em São Paulo. (Fotos: Arquivo pessoal)

Assinado pelo professor da Universidade Estadual Paulista (Unesp – Campus Araraquara) Carlos Monarcha e publicado pela primeira vez em 2016 pela Editora Edufu, A instrução pública nas vozes dos portadores de futuros (Brasil – séculos XIX e XX) é um dos títulos que integram a coleção “História, pensamento, educação”, da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Uberlândia (Faced/UFU) e com direção do professor Décio Gatti Júnior. Após ter conquistado o segundo lugar na categoria “Educação e Pedagogia” do Prêmio Jabuti – concedido há 59 anos pela Câmara Brasileira do Livro (CBL) -, a obra foi a grande vencedora da categoria “Ciências Humanas” no Prêmio Abeu 2017.

Iniciativa da Associação Brasileira das Editoras Universitárias e criada há três anos, esta premiação tem o intuito de distinguir as melhores edições universitárias no âmbito do conhecimento científico e acadêmico. Foi a primeira vez que a  Edufu teve uma de suas obras agraciada por duas estatuetas tão conceituadas.

“Em 2014, o professor Luiz Carlos Travaglia, do Instituto de Letras e Linguística da UFU, obteve o terceiro lugar na categoria ‘Educação’ do Prêmio Jabuti, com o livro Na trilha da gramática – conhecimento linguístico na alfabetização e letramento, que foi publicado pela Editora Cortez. Ver uma obra publicada por nós conquistar estes dois troféus é muito bom e, além de atestar a qualidade do livro do professor Carlos Monarcha, aponta para a necessidade de investir ainda mais na qualidade das publicações com o selo Edufu”, afirma o atual diretor da Editora da Universidade Federal de Uberlândia, professor Guilherme Fromm.

Conteúdo
De acordo com a sinopse da obra, que pode ser adquirida por R$ 45,00 no site da Edufu, ela é “o resultado de um “empenho [pessoal] em apreender, nas dimensões diacrônica e sincrônica, as fluentes pressões políticas, sociais, culturais, econômicas e demográficas nos domínios da instrução pública, nos séculos XIX e XX (até o Estado Novo). A base para essa apreensão se estruturou em amplo e detalhado leque de fontes […]. A instrução pública vem sendo estudada nesse período, mas quase sempre com um foco determinado, o que, sem desmerecer a literatura já publicada, deixa ao leitor a tarefa de apreender as diacronias e sincronias. Este livro articula essas dimensões e provo ca o leitor a novas reflexões.”
Texto: Comunicação UFU

Notícias relacionadas