Destaque Expresso Política

Câmara aprova reajuste de 19,8% nos salários dos vereadores que passa a ser de R$ 18 mil em janeiro

Quatro vereadores votaram contra o projeto do aumento devido a situação econômica atual

Foto: Denilton Guimarães /CMU

Os vereadores de Uberlândia aprovaram em sessão ordinária nesta quinta-feira (14), um reajuste de salário de 19,8%, válido a partir de janeiro. Foram 20 votos a favor, quatro contra o aumento e duas ausências. A partir de janeiro de 2018, os edis passarão a receber R$ 18.007,88.

Os vereadores que votaram contra o aumento de salário foram Adriano Zago, Ismar Prado, Paulo Cezar e Rodi Borges. Para eles, o momento de crise econômica não é propício.

De acordo com Adriano Zago, o impacto financeiro desse reajuste é considerável, com majoração aproximada de R$ 1 milhão. “O meu voto  foi contrário porque acredito que o momento não é o mais oportuno para se dar um reajuste na ordem de quase 20%, diante da grave crise financeira que passa o nosso país e consequentemente o nosso município”.

Para Ismar Prado, a população é contra reajustes desse tipo. “O povo não aceita mais, quer cortar privilégio e nós como políticos, temos que cortar privilégios para que sobre dinheiro para outras áreas”, afirmou.

Já Paulo César, destacou que para se ter reajuste para os vereadores é necessário também ter reajuste para os servidores municipais. “Votei contra porque o momento atual é crítico e os servidores estão há dois anos sem reajuste. Sou a favor da recomposição salarial, mas no contexto de que todos sejam beneficiados, os servidores municipais também”, disse.

Rodi Borges disse que refletiu sobre a questão e devido ao momento econômico votou contra o aumento. “O momento atual de incerteza na economia não é bom, para o reajuste. Acredito que nós próximos meses a decisão seria melhor com a recuperação da economia”, afirmou.

Justificativa

O presidente da Casa de Leis, Alexandre Nogueira, justificou o reajuste afirmando que desde 2013 os vereadores não tiveram correção de salário nem pela inflação. “Se nós formos colocar desde 2013, que os vereadores não tiveram a recomposição salarial, nem pela inflação, nós fizemos a recomposição salarial abaixo da inflação, com isto também abaixo do que foi reajustado o salário dos servidores da casa” disse e acrescentou que, “nós entendemos que após termos feito uma devolução de R$ 2 milhões à prefeitura, estamos fazendo economia, os vereadores deveriam ter a sua recomposição salarial, haja vista que foi pedido pela maioria dos vereadores”.

 

Texto: Leonardo Leal

Notícias relacionadas

5 comments

  1. Governam para SI, não SE importando com o povo. Redução salarial para o povo e aumento salarial para quem deveria ser exemplo! #vergonha #Uberlandia #corrupcao #CâmaraDeUberlândia #vereadores

  2. Os 4 trairas…

    Assinaram pra aumentar, votaram a favor em primeira instância, depois se arrependeram devido ao impacto nas redes sociais, e agora vem por graça…
    Então pq assinaram o documento, pra viabilizar o aumento????

  3. E assim seguimos…. tomamos tapas na cara diariamente e fazemos piada.
    O que justifica um vereador ganhar 18 mil ? O que essa gente faz, a não ser política de baixo nível e em proveito próprio ? Vão lá na câmara 2 vezes por semana, enrolam o tempo todo, e nada d prático e útil pro povo.
    Até quando vamos tolerar essas coisas ?

  4. Aí vc pensa:bom vereadores novos,Ricardo Santos,Thiago Fernandes, Felipe,as coisas vão melhorar,que nada,são tão gananciosos qto os velhos lobos da câmara de Uberlândia,mas vamos trocando eles até encontrar quem realmente pensa no povo,espero que não reeleja ninguem,que votou esse abuso de aumento do próprio salário.

  5. Cada dia fico mais triste com a falta de humanidade, nos seres humano, vejo a política como qualquer outra profissão, você nasce com o dom de ser médico e vai exercer a profissão por aquilo dá sentido a sua vida…mas como em todas as profissões, inclusive na política as pessoas estão pensando somente em poder. Tenho pena dessas pessoas pois o dinheiro lhes cega e não vivem uma vida digna, se quer são realmente felizes…bom era quando as pessoas se preocupavam com os de sua espécie, quando se orgulhavam em merecer seu nome em monumentos, pontes, ruas… É uma pena AA pessoas não terem vergonha de deixar para seus filhos um legado de mentiras, roubos injustiças… Se nossos vereadores estão achando difícil viver com 15mil por mês, o que resta para nós que sobrevivem os com o salário mínimo… E é o nosso dinheiro… É uma pena nossos políticos não terem vergonha na cara e muito menos amor no coração!

Comments are closed.