Destaque Expresso Jurídico

O mundo depois de Jesus Cristo

A principal mudança da história do mundo aconteceu com o nascimento de Jesus Cristo.

Foto: Sebastião Barbosa

Este é um fato independente da crença, da percepção individual e das religiões. Está relacionado ao maior “instrumento” comum e vital a toda humanidade: o amor.

Por incrível que pareça, na raiz de toda expansão e evolução dos povos, especialmente o ocidente do planeta, temos a influência de Jesus Cristo, modificando a forma de vivermos, na esperança de experienciar esse amor no divino, no sagrado e com nossos semelhantes.

Falamos aqui do amor sublime, como definido na Carta de Paulo: 1 Coríntios 13:4-7: “O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece, não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal; não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.”

Então, tínhamos um mundo baseado nas forças, nos exércitos, impérios, guerras, conquistas de terras, escravos, riquezas naturais, comércio, industrialização, acúmulo de bens, poder econômico e exploração dos mais fracos.

Em meio a essa história, Jesus Cristo ensina – com a própria vida – que acima de tudo isso está o amor, que traz a paz e a verdadeira felicidade.

Temos mais de 2.000 anos que esse amor vem sendo pregado; e, felizmente, geração a geração, tem feito um progresso fantástico para bilhões de pessoas.

Observem que a tecnologia integrou as pessoas numa rede “on line”, sua grande maioria faz questão de “aparecer” mostrando viagens acompanhadas, reunião de amigos, convivência em família, encontros para refeições, momentos de confraternização e felicidade, ou seja, experiências de compartilhamento com os semelhantes.

Este pode ser um pequeno sinal das mudanças que o amor tem feito na forma das pessoas interpretarem e estabelecerem a hierarquia de valores que nos motivam.

Temos muito dinheiro e bens “circulando”, no entanto, tem aumentado a procura por harmonia, saúde, sabedoria, paz e felicidade verdadeira.

As lições de Jesus Cristo, até hoje estudadas na bíblia, insiste em nos revelar que a partir do momento que buscamos o amor em primeiro lugar, certamente teremos os recursos materiais para usufruirmos com dignidade; agora, pelo contrário, se focarmos somente em saciar nossos desejos materiais, não alcançaremos a plenitude de uma vida de paz e felicidade – o amor tudo suporta.

As pesquisas indicam 2,3 bilhões de cristãos no planeta. Este é o mundo depois de Jesus Cristo, onde as pessoas estão aprendendo a viver segundo os exemplos deixados por Ele.

Nesta época de muitos presentes, vamos ser ousados e falar, sem receio, deste amor de Jesus Cristo aos nossos familiares e amigos, será uma grande oportunidade de mudar o mundo de alguém.

 

Texto: Dr. Sebastião Barbosa e Silva Junior

Notícias relacionadas