Expresso Internacional

Atropelador fere 14 em Melbourne e polícia descarta terrorismo

Um homem dirigindo um carro atropelou pedestres e deixou ao menos 14 feridos em uma movimentada rua de Melbourne, na Austrália, na tarde desta quinta-feira (21).

Foto: Petra Mafalda/Mafalda Press/Folhapress

Pelo menos quatro vítimas estão em estado grave, incluindo uma criança ferida na cabeça.

A polícia prendeu o motorista e disse a ação foi um “ato deliberado”, mas descartou a hipótese de terrorismo.

“Neste momento, não temos nenhuma evidência ou informação que indiquem conexão com terrorismo”, disse a comissária interina da polícia Shane Patton.

Segundo ela, o motorista é um homem de 32 anos com ascendência afegã e histórico de problemas mentais e de uso de drogas. O nome dele não foi revelado.

Um outro homem, de 24 anos, que filmava a ação, também foi detido, mas não se sabe ainda qual a ligação dele com o motorista. Com ele, a polícia encontrou uma mochila cheia de facas.

Uma terceira pessoa também foi levada pelos policiais, mas as autoridades não deram informações sobre ela. Nenhum dos dois foi acusado de nada até o momento, disse Patton.

O atropelamento aconteceu na rua Flinders, no centro de Melbourne, por volta das 16h30 locais (3h30 de Brasília). Segundo a rede de TV BBC, o motorista dirigia um utilitário esportivo, que avançou sobre a multidão por cerca de 15 segundos.

 

Texto: Folhapress

Notícias relacionadas